quinta-feira, 12 de junho de 2008

No Chelsea, Felipão vai mostrar 'quem manda', diz jornal

Contratação do Chelsea é destaque nos jornais ingleses, que destacam o forte comando do técnico nas equipes

BBC Brasil

Chelsea confirmou Felipão nesta quarta-feira

Arquivo/AE

Chelsea confirmou Felipão nesta quarta-feira

SÃO PAULO - A contratação do técnico brasileiro Luiz Felipe Scolari pelo clube inglês Chelsea, anunciada na quarta-feira à noite, foi destaque em todos os principais jornais britânicos.


Em reportagens que ocuparam duas páginas, o The Independent afirma que "Felipão não vai deixar dúvidas sobre quem manda".

"Não é a à toa que ele é conhecido como Felipão", afirma o jornal. "Ele talvez não seja o mais sábio, ou o mais auto-controlado dos maiores técnicos de futebol. Mas o técnico de Portugal, e vencedor da Copa do Mundo com o Brasil, passou todos os testes na questão vital de controlar um time - e sem deixar dúvidas em ninguém sobre quem está no comando de todos os aspectos da operação do time".

Os jornais destacam a personalidade de Felipão, descrevendo-o como um apaixonado do esporte que desenvolve uma relação próxima, quase paternal, com os jogadores.

O Guardian afirma que "se os fãs [do Chelsea] odiavam o fato de não ter um líder forte, eles devem estar exultantes com o anúncio de ontem à noite. O que quer que aconteça, não vai mais haver a história de os jogadores tomarem decisões."

"A fome de sucesso do brasileiro pode injetar disciplina e vontade de vencer em Stamford Bridge", diz o Daily Telegraph, se referindo ao campo do Chelsea.

"A fome de vitória de Scolari transpira em todos os movimentos que ele faz em dia de jogo, a maneira como ele patrulha do banco, latindo ordens para os jogadores. Carismático em seu agasalho, ele está sempre ciente dos rumos da partida."

O jornal também comenta que o técnico vai precisar melhorar o inglês e que "o Chelsea pode esperar paixão".

Em cinco páginas com várias reportagens sobre o assunto, o Times destaca que "o nome de peso pode finalmente levar o clube de (Roman) Abramovich à primeira liga do mundo", dizendo que Scolari tem qualidade suficiente para realizar os sonhos do milionário russo, proprietário do time inglês.

O jornal destaca que é preciso uma grande personalidade para "confrontar as pressões e demandas do regime em Stamford Bridge, para equilibrar o desejo de um jogo bonito com a insistência de que também deve ser vitorioso, e se algum técnico tem capacidade para isso, é Scolari".

Os jornais também comentam que, além de ter vencido a Copa do Mundo pelo Brasil em 2002 e ter levado Portugal à final da Eurocopa em 2004, ele foi responsável por desclassificar a Inglaterra em 2002 (Copa), 2004 (Eurocopa) e 2006 (Copa).

"Roman (Abramovich) contrata um guerreiro" é a manchete do Daily Mail, que comenta, como os outros jornais, que o time inglês contratou Felipão dois anos depois de a Associação Inglesa de Futebol ter fracassado.

E o The Sun afirma que "o explosivo brasileiro vai acender Stamford Bridge" e que "vai haver fogos de artifício".

Após perda da Copa do Brasil, Corinthians só pensa na Série B

Elenco tenta esquecer baque para cumprir o objetivo traçado no começo do ano: o retorno à Série A

Rafael Vergueiro - estadao.com.br

Herrera lamenta durante derrota para o Sport

Arquivo/AE

Herrera lamenta durante derrota para o Sport

SÃO PAULO - Após a derrota diante do Sport na decisão da Copa do Brasil, resta ao Corinthians levantar a cabeça e pensar da Série B do Campeonato Brasileiro. A delegação da equipe deixará Recife nesta quinta-feira e deve chegar a São Paulo no início da noite.


A equipe paulista, que lidera a competição com 15 pontos (100% de aproveitamento, com cinco vitórias em cinco confrontos até o momento), volta a campo no próximo sábado, quando recebe o Brasiliense no Pacaembu a partir das 16h10.

Na Série B, o técnico Mano Menezes pode escalar alguns jogadores que não vinham sendo aproveitados na Copa do Brasil, como o meia Douglas, que não pôde atuar porque já havia jogado pelo São Caetano na mesma competição, e o meia Elias, contratado recentemente junto à Ponte Preta.

Apesar da frustração após a perda da Copa do Brasil, o treinador corintiano afirmou que isso em nada vai influenciar o desempenho da equipe na Segundona. "Tenho certeza de que continuaremos fazendo uma boa competição, não estamos negociando nenhum jogador", assinalou.

Na mesma linha, o vice-presidente de futebol do Corinthians, Mário Gobbi, declarou que o Corinthians segue em seu processo de reestruturação após o rebaixamento ocorrido no Brasileirão do ano passado. "Conseguimos resultados que nos deixam satisfeitos. Vamos continuar trabalhando dessa maneira até o dia em que deixarmos o Corinthians", afirmou.

Para o cartola, não faltou dedicação por parte dos atletas. "Desde janeiro tenho dito que este grupo é forte, homogêneo, coeso, homens que tem compromisso com a nossa causa". Ele ressaltou que, mesmo após a derrota, fez questão de ir ao vestiário dar os parabéns a todos os jogadores.

quarta-feira, 11 de junho de 2008

Felipão e Chelsea devem oficializar contrato após a Eurocopa

Técnico da seleção portuguesa diz que será 'muito difícil' deixar o país, devido o amor que nutre pela nação

ANSA

ROMA - Depois de seis anos à frente da seleção de Portugal, Luiz Felipe Scolari já admite estar pronto para "viver e trabalhar em outro país". E se tudo acontecer como esperado, o novo lugar de Felipão será o Chelsea da Inglaterra.

"Será muito difícil deixar Portugal, pelo amor que nutro por essa nação. Mas sou um profissional e já morei por todo lado. Estou pronto para viver e trabalhar em outro país", disse o treinador brasileiro. Felipão parece confirmar indiretamente os rumores de que só faltaria a oficialização do acordo com o Chelsea para marcar de vez sua ida a Londres.

Segundo escreve nesta quarta-feira o jornal Daily Mail, o diretor-geral do clube inglês, Peter Kenyon, já teria definido até mesmo os detalhes da tratativa na última sexta-feira. Contudo, ainda é preciso esperar a conclusão da Eurocopa 2008, quanto também termina o contrato de Scolari com a federação portuguesa de futebol.

"Ainda tenho um contrato com Portugal e vou respeitá-lo até o último dia. Aquilo que acontecerá depois, nós veremos", lembra Felipão, cuja atual seleção, entre as favoritas nesta Eurocopa, poderia consagrá-lo com o título inédito antes da ida à Inglaterra.

Sem ingressos, Corinthians teme tragédia na Ilha do Retiro

Clube paulista acusa Sport de não cumprir acordo e ceder apenas 950 ingressos para os corintianos

Fábio Hecico - O Estado de S. Paulo

'Peço para a nossa torcida não ir à Ilha do Retiro sem ingresso', diz o presidente Andrés Sanchez

Nilton Fukuda/AE

'Peço para a nossa torcida não ir à Ilha do Retiro sem ingresso', diz o presidente Andrés Sanchez

RECIFE - A diretoria do Corinthians teme por uma tragédia na decisão desta quarta-feira da Copa do Brasil contra o Sport Recife, na Ilha do Retiro (o jogo final está marcado para as 21h50).


Segundo os dirigentes paulistas, o Sport não cumpriu com o acordo feito na semana passada de destinar 2.100 ingressos para os torcedores corintianos. Nesta terça, a diretoria do clube pernambucano disse que serão 950 e ponto final.

"Peço calma e paciência para nosso torcedor para evitar o pior. É melhor não se expor e ver o jogo em um bar, restaurante ou hotel. A vida vale mais que um jogo de decisão de campeonato", disse Andrés Sanchez, nesta terça à noite, em entrevista coletiva no Hotel Recife Palace, onde estão hospedados dirigentes corintianos e a maioria dos torcedores que estão vindo de São Paulo..

O time do Corinthians chegará no local nesta quarta pela manhã, vindo de Cabo de Santo Agostinho, a 40 km do Recife, onde está concentrado desde segunda-feira.

Guilherme Beltrão, vice-presidente do Sport, afirmou que 2 mil ingressos foram vendidos a corintianos da Paraíba, Rio Grande do Norte e Alagoas. Sua informação é contrária ao site oficial do Sport, que garante a venda de ingressos para os corintianos apenas no dia do jogo.

PEDIDO
"Peço para a nossa torcida não ir à Ilha do Retiro sem ingresso. Mentiram para a gente. O Milton Bivar está sendo uma pessoa que não condiz com o povo pernambucano. Nos garantiu os ingressos na semana passada e hoje nem atende ao telefone. Esta tendo uma conduta de criança, desrespeitosa e irresponsável", disse Andrés, referindo-se ao presidente do Sport. "Nossos torcedores são cidadãos e foram lesados. Vamos tomar atitudes na Justiça Cível, Criminal e Esportiva. Nosso departamento jurídico vai ser acionado amanhã (quarta)."

A caravana corintiana que deixou São Paulo no domingo conta com 21 ônibus e cerca de mil pessoas, além de quatro aviões, totalizando os 2.100 torcedores calculados pela diretoria. Pelo Estatuto do Torcedor e o Regimento Interno da CBF, o time visitante tem direito a 10% dos ingressos desde que requerido com três dias úteis de antecedência ao jogo.

"Fomos vítimas de uma atitude inconseqüente. Pequenês. Uma mediocridade", disse Mário Gobbi, vice-presidente do Corinthians. "Com mil torcedores a mais ou a menos nas arquibancadas não vão decidir o campeão", afirmou. "Não estamos pedindo gentileza ou favor ao Sport. É direito, dever e obrigação. Tememos o que possa acontecer no jogo. Imagine 2.100 torcedores na porta de um estádio sem ingresso", alertou.

Essa seria uma vingança dos dirigentes do Sport, que receberam os mesmos 950 ingressos em São Paulo. "O Sport nos pediu oficialmente 500 ingressos e depois demos mais 450. Não poderíamos reservar um lugar maior, pois perderíamos os ingressos. No Morumbi, tem um setor destinado ao visitante que cabe 5,7 mil pessoas. Se eles tivessem nos pedido, teríamos fornecido", disse Andrés.

Bivar havia convidado o presidente do Corinthians para assistir à decisão ao seu lado na tribuna de honra da Ilha do Retiro. "Se acha que eu vou depois dessa? Se Deus quiser, vou na arquibancada junto com os corintianos", declarou.

Apesar de todos os problemas, Andrés garante que o time entra em campo. O coronel Waldyr Dutra, chefe de segurança do Corinthians, se reuniu na manhã desta terça-feira com o Comando da Polícia de Pernambuco e alertou para os possíveis incidentes que podem ocorrer no estádio.

terça-feira, 10 de junho de 2008

Jornal inglês diz que Felipão é o novo técnico do Chelsea

Segundo publicação, técnico da seleção portuguesa seria o preferido do dono do clube, Roman Abramovivh

ANSA

Felipão desconversa sobre assunto durante entrevista coletiva de Portugal, nesta terça

Eddie Keogh/REUTERS

Felipão desconversa sobre assunto durante entrevista coletiva de Portugal, nesta terça

LONDRES - Após ter avaliado o perfil de quase dez técnicos, o Chelsea acabou por escolher o atual treinador da seleção portuguesa, Luís Felipe Scolari, para comandar a equipe na próxima temporada, publicou nesta terça-feira o jornal inglês Daily Mail.


Segundo o jornal, o acordo com o treinador brasileiro foi acertado na semana passada, mas será oficializado apenas após a Eurocopa para não desestabilizar a seleção portuguesa.

Impossível, no entanto, conhecer os detalhes do acordo, que, segundo o Daily Mail, é "o mais secreto na história do futebol".

Felipão, cujo contrato com a Federação Portuguesa de Futebol termina dentro de um mês, havia se recusado dias atrás a discutir seu futuro, não negando, no entanto, o contato feito com o Chelsea. Nem toda a imprensa, no entanto, está convencida de que o brasileiro será o treinador da equipe londrina.

Outro tablóide, o Daily Express, especulou o nome de Carlos Ancelotti para o cargo. Mesmo com as repetidas negações do Milan, o técnico não apenas estaria no topo da preferência de Roman Abramovivh, dono do Chelsea, como também poderia contar com uma propaganda especial do craque Andriy Shevchenko.

Assim sendo, segundo o Daily Express, estaria explicado o motivo de Shevchenko ter aceitado permanecer na Premiership apesar da insistência para seu retorno ao Milan.

Após corte, técnico Dunga nega desavença com meia Kaká

De acordo com o treinador, jogador do Milan foi desconvocado para se recuperar da lesão e 'curtir' o filho

Redação

Kaká se recupera de cirurgia no joelho

Arquivo/AE

Kaká se recupera de cirurgia no joelho

SÃO PAULO - O técnico Dunga disse, na noite desta segunda-feira, que não teve nenhum atrito com Kaká e que o jogador do Milan foi cortado da seleção brasileira para poder se recuperar de uma cirurgia no joelho.

Antes do amistoso contra a Venezuela, Dunga cortou Kaká para as partidas contra Argentina e Paraguai pelas Eliminatórias da Copa de 2010. "Não foi nada do que vocês estão pensando", disse Dunga ao SporTV. "A gente precisava deixar o Kaká tranqüilo."

"Imagine a responsabilidade se a CBF colocar o Kaká para enfrentar a Argentina e acontecer alguma coisa grave com ele", disse Dunga.

Kaká não teria condições de enfrentar o Paraguai, neste domingo, pelas Eliminatórias. De acordo com Dunga, o jogador só poderia encarar a Argentina, no dia 18. "Vamos deixar ele descansar e curtir o filho que está para nascer."

A seleção brasileira inicia nesta terça-feira, em Teresópolis, os preparativos para as partidas das Eliminatórias.

segunda-feira, 9 de junho de 2008

Corinthians faz 'teatro' na viagem para Recife

Comissão técnica e assessores divulgam roteiro e treino errados para despitar torcedores e evitar confusão

Marcel Rizzo - Enviado Especial - Jornal da Tarde

Mano Menezes deve comandar treino secreto

Arquivo/AE

Mano Menezes deve comandar treino secreto

RECIFE - O Corinthians é só mistério em sua ida para Recife para a disputa da final da Copa do Brasil, na quarta, às 21h50, contra o Sport. Teve treino que não existiu, horário errado de viagem, duas opções de hotel e tudo deve continuar nesta terça-feira, quando o time deve realizar um treino secreto em local não definido.


A comissão técnica corintiana inventou um treinamento para despistar jornalistas, e torcedores rivais que poderiam esperar a delegação na capital pernambucana, sobre quando seria a chegada em Pernambuco.

Desde a semana passada a programação apontava trabalho nesta segunda-feira em dois períodos - 9 horas e 15h30. Esta movimentação da tarde, porém, jamais esteve realmente na pauta. Neste horário o grupo já se encontrava no aeroporto de Cumbica, preparando-se para embarcar rumo ao Nordeste.

Inicialmente, a assessoria do clube informou que a delegação sairia de São Paulo às 21 horas e chegaria por volta da meia-noite. Mas, na verdade, o grupo embarcou no aeroporto internacional de Guarulhos pouco depois das 16 horas.

Até por volta das 14 horas, quando os jogadores já estavam com bagagem entrando no ônibus, a assessoria insistia que haveria o treinamento da tarde. O hotel onde o time se hospedaria não foi divulgado para evitar barulho e bagunça.

Fifa analisará reclamação contra Real sobre Cristiano Ronaldo

Clube inglês está cansado de ver as tentativas do clube merengue em contratar o jogador português

Mark Ledsom - REUTERS

Cristiano Ronaldo vive momento de incerteza

Arquivo/AE

Cristiano Ronaldo vive momento de incerteza

BERNA, SUÍÇA - A Fifa afirmou na segunda-feira que analisará a reclamação feita pelo Manchester United sobre as supostas tentativas do Real Madrid de contratar o atacante Cristiano Ronaldo.

No mês passado, o Manchester ameaçou denunciar o Real à Fifa depois de dirigentes do clube espanhol terem manifestado sua admiração pelo jogador português, que atualmente defende seu país na Eurocopa.

Na segunda-feira, a Fifa confirmou ter recebido uma reclamação formal dos ingleses.

"Ainda é cedo demais para dizer como trataremos dessa questão", disse Pekka Odriozola, porta-voz da Fifa. "Primeiro, vamos analisar a natureza exata da reclamação. Depois, avaliaremos quais medidas adotar."

O Manchester reclama que as declarações do Real a respeito de Cristiano Ronaldo visam convencer o jogador a romper seu atual contrato. O time espanhol negou ter cometido qualquer irregularidade no caso.

domingo, 8 de junho de 2008

Diretoria da Ponte Preta demite Sérgio Guedes

Treinador perde o emprego depois da derrota em casa para o Gama; Márcio Bittencourt pode chegar

Agência Estado

Sérgio Guedes não resistiu à derrota em casa

Arquivo/AE

Sérgio Guedes não resistiu à derrota em casa

CAMPINAS - Após a derrota para o Gama, de virada, em casa, por 2 a 1, a situação do técnico Sérgio Guedes na Ponte Preta ficou insustentável. Na manhã deste sábado, a diretoria se reuniu com o treinador e comunicou sua saída do clube campineiro. Márcio Bittencourt, ex-Noroeste, é um dos nomes comentados.

Para a partida da próxima terça-feira, contra o Marília, fora de casa, a equipe será comandada pelo coordenador técnico, José Luiz Carbone. O presidente Sérgio Carnielli, porém, afirmou que não existe a possibilidade de Carbone ser efetivado no cargo e que já trabalha em cima da contratação de um novo comandante.

O tropeço da última sexta-feira foi o segundo seguido da Ponte na Série B. Antes, havia perdido para o América, também por 2 a 1, em Natal. Nas duas oportunidades, o time campineiro saiu na frente e permitiu a virada, frente a adversários que sequer haviam pontuado na competição. Com seis pontos em 15 disputado, a Ponte ocupa a 13.ª colocação.

Palmeiras testa Recife para o rival

Time encara o Sport hoje e deve sentir um pouco da pressão que o Corinthians sofrerá na final da Copa do Brasil

Daniel Akstein Batista

O Corinthians não está muito ligado na Série A do Brasileiro por motivos óbvios - afinal, está na Série B. Mas hoje o time do técnico Mano Menezes deve ficar atento a um jogo da Ilha do Retiro. Às 16 horas, o Palmeiras enfrenta o Sport pela 5ª rodada do Nacional e quer a vitória para brigar pela liderança na quinta-feira, contra o Cruzeiro. E o que o Corinthians tem a ver com essa partida? A equipe pernambucana é sua rival na finalíssima da Copa do Brasil, quarta-feira, também no Recife.

O Palmeiras vai a campo hoje preocupado com o time reserva do Sport e também com fatores extra-campo. Os dois time se enfrentaram nas oitavas-de-final da Copa do Brasil e, no jogo de volta, na Ilha do Retiro (4 x 1 Sport), os paulistas sofreram em vários aspectos: nove jogadores passaram mal por causa da comida e uma bomba foi jogada no ônibus na chegada ao estádio. Para que os fatos não se repitam, o Palmeiras tomou providências. Trocou de hotel, convocou uma nutricionista para a viagem e reforçou a segurança.

Ontem, porém, na chegada ao Recife, uma surpresa: nenhum torcedor do Sport foi ao aeroporto "recepcionar?? os visitantes. Os palmeirenses torcem para que o clima não seja hostil esta tarde. E acreditam que, como o Sport está mais preocupado com outro torneio, a pressão será menor. Mesmo assim, não escondem a preocupação: "Por enquanto, está uma maravilha. Mas...??, advertiu um integrante da comissão técnica do Palmeiras, pouco depois do desembarque na capital pernambucana.

Os momentos de tensão pelos quais os palmeirenses passaram no fim de abril não sai da cabeça deles. Que o diga fisioterapeuta Nilton Petroni, o Filé, que estava ao lado da janela do ônibus que foi quebrada por causa de uma bomba caseira. "Ninguém tinha visto algo tão ruim", falou Genaro Marino, diretor de futebol. "Foi a pior coisa por que passei", exagerou o cartola.

Os jogadores torcem para que a segurança funcione melhor hoje. "Tenho certeza de que as autoridades estão tomando as devidas precauções", disse Pierre.

Ganhar do Sport não será uma espécie de vingança, por causa da eliminação na Copa do Brasil, garantem os palmeirenses. Mas, que a vitória será mais saboreada, isso ninguém consegue negar. Se hoje a torcida palmeirense é toda contra o Sport, a partir de amanhã ela passará a torcer a favor dos pernambucanos. Ela e os jogadores. "Vou torcer para o Corinthians? Não sou torcedor do Corinthians", falou, aos risos, o atacante Alex Mineiro, outro que quer acabar com o Sport hoje. "Ficou engasgado, pois a gente sabia que dava pra ir mais longe na Copa do Brasil."

SPORT COM RESERVAS

O técnico Nelsinho Baptista decidiu montar um time praticamente de reservas para enfrentar o Palmeiras. Somente o zagueiro Igor, o volante Everton e o meia Luciano Henrique - que integram o time titular - foram escalados para o jogo de hoje.

Em seu site oficial, o Sport informou ter tomado todas as providências para que o Palmeiras tenha "o melhor tratamento possível em terras pernambucanas".

sexta-feira, 6 de junho de 2008

Milan diz que não intefere na relação entre Kaká e a seleção

Vice-presidente do clube milanista afirma que meia tem liberdade para defender seu país; CBF desmente

Redação

Disputa entre Milan e seleção brasileira pelo meia Kaká parece não ter fim

Arquivo/AE

Disputa entre Milan e seleção brasileira pelo meia Kaká parece não ter fim

SÃO PAULO - O Milan não demorou a responder ao técnico Dunga, que acusou o clube italiano de ser o responsável pelos entraves entre a seleção brasileira e o meia Kaká. Em entrevista divulgada nesta sexta pelo jornal Gazzetta Dello Sport, o vice-presidente do time rubro-negro, Adriano Galliani, disse que não existe interferência alguma.

"Nós não nos metemos em nada", afirmou o dirigente, que continuou: "O Milan não fez absolutamente nada e de forma alguma pensamos em impedir o Kaká de jogar por seu país."

O dirigente do Milan, inclusive, deixa claro que o clube acatou a decisão do médico da seleção brasileiro, José Luís Runco, que optou por fazer uma artroscopia no joelho esquerdo do meia, que se recupera no CCT do São Paulo.

Já a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) diz que o responsável pelo corte de Kaká das partidas diante do Paraguai e da Argentina, válidas pelas Eliminatórias à Copa de 2010, é o Milan. Para tanto, a entidade disponibiliza, em seu site oficial, o fax enviado pelo médico do clube italiano, Massimiliano Sala, pedindo a dispensa.

Muricy valoriza seu trabalho no São Paulo

Treinador conta com apoio do presidente do clube, que busca a primeira vitória no Brasileirão

Redação

Muricy Ramalho diz que grandes clubes o querem

Filipe Araújo/AE

Muricy Ramalho diz que grandes clubes o querem

SÃO PAULO - A visita do presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, no treino da tarde de quinta-feira, no CCT da Barra Funda, trouxe novamente à tona a permanência do técnico Muricy Ramalho.


Depois do treino da manhã desta sexta, Muricy concedeu entrevista coletiva e desabafou: "O presidente [Juvenal] sempre vem aqui. Vocês é que não percebem isto. Não é novidade pra mim [visita de Juvenal Juvêncio]."

Já sobre a possibilidade do Internacional fazer uma oferta para reassumir o clube gaúcho, Muricy novamente cutucou a diretoria tricolor: "Eu não sei se é só o Internacional, não [que quer contar com seu trabalho." Além disso, o treinador não hesitou em dizer que seu trabalho é eficaz para qualquer clube. "Eu sou um técnico que grandes clubes querem porque meu custo-benefício é muito bom, e o torcedor reconhece meu trabalho e ganha força com isso."

RECUPERAÇÃO
Deixando de lado a especulação sobre sua permanência ou não no clube paulista, Muricy praticamente definiu a equipe que enfrenta o Atlético-MG neste sábado, às 18h10, no Morumbi.

Como não pode contar com Fábio Santos, Richarlyson e Zé Luís, o treinador pensa em adaptar o zagueiro André Dias, colocando Juninho para compor a zaga. "Estamos com dificuldades na função de primeiro volante. O André já teve uma experiência no Campeonato Paulista do ano passado de volante; esteve bem, mas ainda não definimos se ele jogará desta forma."

Para conquistar a primeira vitória no Brasileirão, o São Paulo deve manter o esquema 3-5-2 diante do Atlético-MG, sendo que o ataque, tido como o ponto fraco da equipe nesta temporada, será formado por Borges e Aloísio. Confira o time-base: Rogério Ceni; Alex Silva, Juninho e Miranda; Joílson, André Dias, Hernanes, Hugo e Jorge Wagner; Borges e Aloísio.

HERNANES
Muricy Ramalho não escondeu a felicidade pela convocação de Hernanes para os jogos d a seleção brasileira diante de Paraguai e Argentina, pelas Eliminatórias à Copa de 2010. "Estou feliz pela convocação. Ele merece estar na seleção, e eu fico contente porque significa mais valorização ao jogador e à diretoria, que investiu no atleta."

Apesar da alegria, Muricy não escondeu seu temor em perder o atleta ainda nesta temporada. "Como não será amistoso [jogos da seleção]. Isso é um detalhe que a gente não pode deixar de passar. Quando o jogador vai para uma competição oficial, a atenção é maior. Ele será ainda mais valorizado."

quinta-feira, 5 de junho de 2008

Sampdoria descarta contratação de Adriano

Clube italiano elogia o brasileiro, mas nega interesse; futuro ainda incerto para o atacante

Redação

Adriano espera pela definição da Inter de Milão

Arquivo/AE

Adriano espera pela definição da Inter de Milão

SÃO PAULO - A Sampdoria negou nesta quinta, de forma oficial, "qualquer tipo de interesse" pelo brasileiro Adriano, da Inter de Milão. O comunicado reconhece "as virtudes futebolísticas" do atleta, mas nega que tenha iniciado qualquer negociação com a Inter, dona do passe do jogador.

Adriano, que ainda fará uma partida como despedida do São Paulo, clube que defendeu neste semestre, ainda não sabe qual será o seu futuro. Na época que Roberto Mancini estava no comando, sua permanência na Inter era impossível. Hoje, o cenário começa a mudar com a confirmação da contratação do técnico José Mourinho.

O treinador português quer analisar Adriano para, então, tomar uma decisão. Mourinho, inclusive, viria ao Brasil para acompanhar a partida entre a seleção brasileira e a Argentina, no dia 18, em Belo Horizonte, pela Copa Libertadores.

Antes da Sampdoria, Adriano esteve envolvido numa possível troca com Ronaldinho, do Barcelona, assim como uma negociação milionária com o Manchester City, da Inglaterra.

Mano avisa que Corinthians vai atacar o Sport em Recife

Treinador corintiano diz que equipe não pode apenas se defender no jogo de volta contra o Sport

Redação

Mano não quer ver sua equipe recuada

Ernesto Rodrigues/AE

Mano não quer ver sua equipe recuada

SÃO PAULO - No que depender do técnico Mano Menezes, o Corinthians não se contentará apenas em se defender na partida da próxima quarta-feira na Ilha do Retiro, a segunda e decisiva contra o Sport Recife na Copa do Brasil. Apesar de poder perder por até um gol de diferença, a equipe promete incomodar a defesa adversária.


"Não podemos ficar encolhidos na Ilha. Claro que vamos ter o momento de defender, de cuidar, mas também teremos que atacar", afirmou o treinador. Para ele, o importante é a equipe saber tomar as decisões corretas durante o confronto.

Segundo Mano, o Sport entrará em campo muito mais confiante em Pernambuco. "Em casa você se sente mais a vontade, mas nossos jogadores têm que saber conviver com este ambiente hostil, em um jogo com grau de dificuldade maior", declarou, para depois dizer que o Corinthians não tem medo da pressão que enfrentará.

Para Mano, é impossível mensurar qual a vantagem corintiana neste momento com a vitória por 3 a 1 no Morumbi. "Futebol não é esta matemática exata, vai depender principalmente do início do jogo, se o Sport vai conseguir fazer a pressão que fizemos aqui no Morumbi", afirmou. "É importante também saber como o Corinthians se comportará com esta vantagem", alertou.

O treinador do time paulista também lembrou que, no segundo jogo, todos devem render mais, já que ninguém terá medo de levar o terceiro cartão amarelo e ficar fora da próxima partida. Nesta quarta, quatro atletas de cada lado estavam pendurados.

LULINHA

Mano Menezes falou ainda que já na tarde de terça ficou sabendo que o meia Lulinha não teria condições de entrar em campo. Ele foi substituído por Alessandro, mas no confronto de volta deve estar à disposição.

CONFIANÇA

Já os jogadores do Sport demonstraram estar confiantes na conquista da Copa do Brasil, principalmente devido ao gol de Enilton marcado aos 45 minutos do segundo tempo, que diminuiu a vantagem do Corinthians. Para o atacante Carlinhos Bala, "este foi o gol do título" do time pernambucano.

Já o técnico Nelsinho Baptista preferiu ser mais cauteloso. "Este gol nos deu a oportunidade de trabalhar com chances reais de conquistar a competição", afirmou. Para ele, jogar na Ilha do Retiro dará muita confiança ao Sport.

terça-feira, 3 de junho de 2008

Goleiro alemão Lehmann troca Arsenal por Stuttgart

REUTERS

TENERO, SUÍÇA - O goleiro da seleção alemã Jens Lehmann voltará ao Campeonato Alemão na próxima temporada, após ter assinado contrato de um ano com o Stuttgart.

"Estou muito contente com a Bundesliga e com o Stuttgart", disse Lehmann em comunicado divulgado nesta terça-feira.

O jogador de 38 anos foi reserva do Arsenal durante a maior parte da última temporada, após ter perdido a vaga de titular para o espanhol Manuel Almunia.

O contrato de Lehmann com o clube inglês expirou no final da temporada e ainda havia uma indefinição sobre o futuro do jogador após a Eurocopa deste mês, que acontece em Áustria e Suíça, em que ele será o titular da seleção alemã.

"Jens Lehmann era nossa primeira escolha para o gol desde o começo", disse o técnico do Stuttgart, Armin Veh, em comunicado. "Suas qualidades são incontestáveis e nosso time inteiro vai se beneficiar de sua experiência."

Lehman chegou ao Arsenal em 2003 comprado do Borussia Dortmund. Ele conquistou o título inglês logo em sua primeira temporada, quando jogou todos os jogos da campanha invicta do time londrino.

(Por Iain Rogers e Kevin Fylan)

Cuca terá 34 jogadores para avaliar e dispensar no Santos

Dos titulares, apenas o contrato do volante Marcinho Guerreiro é o mais próximo de terminar, em julho

Rafael Vergueiro - estadao.com.br

Santos tem interesse em manter Marcinho

Arquivo/AE

Santos tem interesse em manter Marcinho

SÃO PAULO - A troca de comando no Santos deve mudar o grupo de jogadores. Com chegada do técnico Cuca, que substituirá Emerson Leão, alguns jogadores devem perder espaço e outros que não vinham sendo aproveitados podem ter uma nova chance. São 34 atletas para avaliar e decider quem permanece e quem será dispensado.

Veja também:
lista Cuca está de volta ao Santos, agora como técnico
forum Cuca é a escolha certa para o Santos?


De acordo com o diretor de Futebol do clube, Luiz Antônio Ruas Capella, nada foi definido antes da contratação do técnico. "Seria uma incoerência neste momento descartar qualquer jogador", afirmou. Apesar dos diretores terem a intenção 'enxugar' o grupo, até aqueles atletas que estão com o contrato perto da data de vencimento podem ser aproveitados.

Em julho, expira o contrato do volante Marcinho Guerreiro e dos atacantes Fabiano e Alemão. Já em agosto, encerram os acordos do lateral-esquerdo Carlinhos, do goleiro reserva Felipe e do zagueiro Marcelo. Segundo Capella, estes jogadores não estão fora dos planos do time da Vila Belmiro.

Marcinho Guerreiro e Marcelo eram titulares no time de Leão e por isso devem ser mantidos. Já Alemão, Fabiano e Carlinhos jogaram pouco neste ano e estão na lista dos 'negociáveis', mas a chegada do novo comandante pode dar vida nova a estes atletas no Santos.

"Será feita uma análise caso a caso com o novo treinador. Precisamos do aval do técnico para saber se o jogador continua ou não no elenco", disse Capella, que prefere neste momento não falar em possíveis contratações. "Temos alguma coisa em vista, mas por enquanto não dá para dizer nada".

ADEUS
Por enquanto, o certo é que o Santos não poderá mais contar com o lateral-direito Denis, que foi para o Corinthians. O atacante Renatinho tenta também a liberação via Justiça: disse ter sido coagido a assinar um novo acordo. Mesmo com contrato até 2011, ele se recusa a treinar no clube. "O Renatinho abandonou o serviço e o caso está na Justiça", declarou Capella, que mesmo assim não descarta uma reintegração.

SITUAÇÃO DO GRUPO DE JOGADORES DO SANTOS
Contratos a vencer em 2008:
Fabiano (atacante) - 18/7/2008
Alemão (atacante) - 27/7/2008
Marcinho Guerreiro (volante) - 31/7/2008
Carlinhos (lateral-esquerdo) - 7/8/2008
Felipe (goleiro) - 31/8/2008
Marcelo (zagueiro) - 31/8/2008
Thiago Carleto (lateral-esquerdo) - 24/10/2008
Adaílton (zagueiro) - 31/12/2008
Domingos (zagueiro) - 31/12/2008
Evaldo (zagueiro) - 31/12/2008
Rodrigo Tabata (meia) - 31/12/2008
Fábio Costa (goleiro) - 31/12/2008
Lima (atacante) - 31/12/2008
Contratos a vencer em 2009:
Adoniran (volante) - 31/5/2009
Vitor Júnior (meia) - 21/6/2009
Kléber Pereira (atacante) - 31/12/2009
Contratos a vencer em 2010:
Trípodi (atacante) - 4/1/2010
Molina (meia-esquerda) - 31/1/2010
Quiñonez (meia) - 31/1/2010
Fabão (zagueiro) - 11/2/2010
Húdson (volante) - 28/2/2010
Dionísio (volante) - 10/4/2010
Filipi Souza (lateral-direito) - 17/5/2010
Patrik (meia) - 17/5/2010
Anderson Salles (zagueiro) - 24/5/2010
Kléber (lateral-esquerdo) - 31/7/2010
Betão (zagueiro) - 31/12/2010
Rodrigo Souto (volante) - 31/12/2010
Douglas (goleiro) - 31/12/2010
Contratos a vencer em 2011:
Renatinho (atacante) - 7/5/2011 (está em discussão na Justiça)
Adriano (volante) - 31/12/2011
Contratos a vencer em 2012:
Wesley (atacante) - 12/5/2012
Contratos a vencer em 2013:
Paulo Henrique (meia) - 22/1/2013
Tiago Luís (atacante) - 27/1/2013

segunda-feira, 2 de junho de 2008

Representante do Lyon confirma contato com Luxemburgo

Marcelo Djian revela que indicou 'um grande treinador' ao presidente do clube francês Jean-Michel Aulas

Redação

SÃO PAULO - O representante do Lyon no Brasil, Marcelo Djian, confirmou nesta segunda-feira, em entrevista à rádio Jovem Pan, um contato entre o atual treinador do Palmeiras Vanderlei Luxemburgo e o presidente do clube francês, Jean-Michel Aulas.

Além de Luxemburgo, o dirigente afirmou que também indicou o técnico da seleção portuguesa, Luiz Felipe Scolari.

"O presidente do clube teve um contato com o Vanderlei, já que ele foi um dos treinadores que eu indiquei, junto com o Felipão - que por disputar a Eurocopa com a seleção de Portugal está impossibilitado de que entremos em contato", revelou Djian.

O time francês, que ganhou sete vezes consecutivas o campeonato nacional (2002-2008), planeja conseguir maior projeção no cenário europeu. Na Liga dos Campeões deste ano, o Lyon foi eliminado nas oitavas-de-final pelo Manchester United, que se sagrou campeão.

"O Lyon quer conseguir uma projeção maior na Europa, contratar um grande treinador. Por isso, a consulta do presidente comigo. Essa consulta, seria o que teríamos que fazer para subirmos na Europa", concluiu Djian.

Corintianos não temem receber o terceiro amarelo na quarta

Pendurados, William, Chicão, Dentinho e Herrera prometem manter a pegada contra o Sport Recife no Morumbi

Marcel Rizzo - Jornal da Tarde

Zagueiro William confia na conquista do título

Filipe Araújo/AE

Zagueiro William confia na conquista do título

SÃO PAULO - Para a primeira partida da final da Copa do Brasil contra o Sport Recife, nesta quarta-feira, no Morumbi, o Corinthians terá quatro jogadores pendurados: os zagueiro William e Chicão e os atacantes Dentinho e Herrera. Mesmo com o risco de ficarem fora do jogo em Recife, os jogadores afirmaram que não mudarão o jeito de atuar dentro campo.

"Não tenho vaidade de ser o capitão na final, de sair em foto ou levantar a taça. Se eu ficasse de fora dos dois jogos e o Corinthians for o campeão, fico feliz", explica William. "Nunca fiquei de fora de uma decisão, mas também nunca entrei em um primeiro jogo pendurado. Mas não vou deixar de cometer faltas importantes."

Ainda para a partida no Morumbi, o meia Diogo Rincón confirmou que jogará. O jogador passará por uma cirurgia no joelho direito logo após a final da Copa do Brasil. "Estou com incômodo no joelho, mas garanto aos torcedores que estarei 100% e não vou prejudicar o time", explica. "Estamos trabalhando com uma semana de recuperação, o que é suficiente."