sábado, 31 de maio de 2008

Dunga deixa estrelas no banco

Adriano e Pato serão reservas hoje, contra o Canadá. Técnico prefere grupo da Copa América

Juliano Costa

O amistoso de hoje com o Canadá, às 19h30 de Seattle (23h30 de Brasília), é mesmo um teste para as partidas contra Argentina e Paraguai, pelas Eliminatórias para a Copa de 2010. Apesar da fragilidade do adversário, 62º no ranking da Fifa, Dunga vai escalar um time ?pegador?, deixando Adriano e Alexandre Pato na reserva.


O técnico quer dar ritmo de jogo a um grupo cansado. "Muitos estão parados já há dez dias, em fim de temporada, e nosso foco são as Eliminatórias??, disse o técnico. "Vou colocar todo mundo pra jogar. É importante recuperar a parte física para chegarmos inteiros nos jogos contra Argentina e Paraguai."

Seu meio-de-campo hoje terá Josué, Mineiro, Diego e Júlio Baptista. Na frente, Robinho e Luís Fabiano. "Quero privilegiar o grupo que já vem jogando comigo há algum tempo", explicou Dunga, eternamente grato aos jogadores que o ajudaram a conquistar a Copa América do ano passado.

Isso significa que jogadores como Gilberto, Josué e Mineiro, que tiveram temporadas longe de serem brilhantes, começam o jogo como titulares. "Temos tempo para pensar na Olimpíada", afirmou Dunga, que trouxe só cinco jogadores com menos de 23 anos (todos reservas) para os Estados Unidos.

O volante Gilberto Silva e o meia Anderson, com problemas para tirar o visto de entrada nos EUA, vão se juntar à delegação só na segunda-feira, já em Boston, para enfrentar a Venezuela no dia 6.

A partida de hoje representa um tabu para a seleção. O Canadá é uma das duas equipes que nunca perderam um jogo para o Brasil. A outra é a Noruega. Nas duas vezes em que Brasil e Canadá se enfrentaram com seus times principais. Foram dois empates: 1 a 1 em 1994 (amistoso no Canadá, com Dunga em campo) e 0 a 0 na Copa das Confederações de 2001 (no Japão). Dunga jogou também contra os canadenses nas Olimpíadas de Los Angeles, em 1984 - empate em 1 a 1. "O Canadá tem um futebol aplicado tecnicamente, de muita força."

O time do Canadá lembra o dos Estados Unidos num aspecto: a presença de vários filhos de imigrantes no grupo de jogadores, já que o futebol perde em muito em popularidade para esportes como o hóquei e o basquete. O principal jogador é Julian de Guzman, 27 anos, meia do La Coruña, da Espanha. Ele é filho de pai filipino e mãe jamaicana. O irmão mais novo, Jonathan, joga no Feyenoord, da Holanda, e optou por defender a Laranja Mecânica nas Olimpíadas de Pequim.

Outra figura conhecida no time canadense, que prepara-se para as Eliminatórias da Concacaf para a Copa de 2010, é o meia Tomasz Radzinski, polonês de 35 anos, que jogou por seis temporadas na Inglaterra (por Everton e Fulham) e hoje atua no Skoda Xanthi, da Grécia.

Valdívia está fora do jogo de domingo contra o Atlético-PR

Meia sente dores nas duas coxas e será poupado para não agravar a contusão; Denilson e Kleber jogam

Redação

Meia Diego Souza volta após cumprir suspensão

Agência Estado

Meia Diego Souza volta após cumprir suspensão

SÃO PAULO - O departamento médico do Palmeiras anunciou na tarde desta sexta-feira que o meia Valdívia está vetado para a partida do próximo domingo (18h10) contra o Atlético-PR, no Palestra Itália, válida pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

O craque palmeirense já vinha sendo poupado dos treinos durante a semana e a decisão de não colocá-lo em campo foi para evitar que a contusão se agrave ainda mais. O chileno sente dores nas duas coxas.

Além de Valdívia, o time paulista também não poderá contar no jogo com o zagueiro Henrique, que está servindo a seleção brasileira, e com o volante Pierre, suspenso.

Para o lugar de Valdívia, o técnico Vanderlei Luxemburgo deve escalar o atacante Kléber, que ficou no banco de reservas na partida do domingo passado contra a Portuguesa no Pacaembu. Já Denilson continuará no time titular.

A boa notícia para a torcida do Palmeiras é o retorno do meia Diego Souza, que estava suspenso. No meio-campo, ele jogará ao lado de Léo Lima.

Confira a provável escalação do Palmeiras para pegar o Atlético-PR: Marcos; Elder Granja, Gustavo, Deivid, Leandro; Martinez, Léo Lima, Diego Souza, Denilson; Kleber e Alex Mineiro.

sexta-feira, 30 de maio de 2008

Filho de Berlusconi exclui compra de Ronaldinho pelo Milan

Mesmo sem cargo administrativo no clube, Pier Berlusconi diz que é necessário focar nos jogadores jovens

ANSA

MILÃO - "Ronaldinho no Milan? Melhor focar nos jovens", disse nesta quinta-feira, Pier Silvio Berlusconi - filho do primeiro-ministro italiano e dono do Milan, Silvio Berlusconi. A declaração soou como um "não" a possibilidade de chegada do craque brasileiro na equipe milanesa.

"Fora os gastos de dinheiro que não têm sentido, acho que é necessário focar mais nos jogadores jovens e não nos grandes jogadores que custam cifras absurdas", disse Pier Silvio.

Quanto a um possível retorno de Shevchenko, atualmente no Chelsea, Pier Silvio concluiu que "não amo os retornos no futebol, mas 'Sheva' é muito bom. E se vier de graça será bem-vindo".

Corinthians apresenta o lateral-direito Denis

Jogador assina contrato com o clube até 2011 e espera deixar imbróglio com o Santos no passado

Redação

SÃO PAULO - A diretoria do Corinthians apresentou, nesta sexta-feira, o lateral-direito Denis, que foi contrato nesta semana após resolver seu imbróglio com o Santos através de uma liminar na Justiça do Trabalho.


Confiante, o jogador disse que busca um novo desafio em sua carreira, e que espera ser feliz com a camisa do Corinthians. "Eu sinto que está na hora de buscar novos desafios na minha carreira, e espero ter sucesso no Corinthians."

Sobre seu imbróglio com o Santos, Denis lamentou sua saída do clube santista da forma como foi. "Infelizmente eu tive que sair do Santos através de uma ação judicial. Nenhum atleta gosta de fazer, mas vi que meu tempo [no Santos] havia acabado. Meu pensamento agora é Corinthians e lutar por uma vaga na equipe titular", comentou o atleta, que diz que não foi enganado pelo Santos. "Eu não fui enganado, mas assinei um contrato em branco, e este é o motivo de ter entrado na justiça contra o Santos."

ÉTICA?
O vice-presidente de futebol do Corinthians, Mario Gobbi, mostrou-se irritado com a pergunta se o time alvinegro havia sido antiético por procurar o jogador, que ainda tinha vínculo com o Santos. "O Denis tinha uma pendência com o Santos. Quando ele resolveu, nós o procuramos para contratá-lo. Não vejo falta de ética ou imoralidade."

Ainda chateado com a pergunta, Gobbi - rouco - desabafou: "Como sou profissional do direito [advogado e delegado], eu estudei muito sobre o assunto. Entre a ética e a moral eu prefiro a lei, porque não é subjetiva, e sim objetiva. E a lei fala que não pode fazer contrato de gaveta. Aqui no Corinthians não tem contrato de gaveta. Cada um trabalha onde quer."

quinta-feira, 29 de maio de 2008

Cuca pede demissão do comando do Botafogo

Técnico não resiste à decepção pela eliminação na Copa do Brasil e volta a ser cogitado no Santos

Bruno Lousada - O Estado de S. Paulo

Cuca fez boas campanhas no comando do time carioca, mas não ganhou títulos expressivos

Paulo Pinto/AE

Cuca fez boas campanhas no comando do time carioca, mas não ganhou títulos expressivos

RIO - Cuca não é mais técnico do Botafogo. Segundo a assessoria de Imprensa do clube, o treinador vai anunciar sua demissão ao meio-dia, em entrevista coletiva na sede do time alvinegro. Com isso, ele volta a ser um dos candidatos para assumir o comando do Santos, que tem interesse em sua contração e aguardava o desfecho das semifinais da Copa do Brasil para procurá-lo.

Após o jogo contra o Corinthians, ainda no vestiário do Morumbi (o Botafogo foi eliminado ao perder no tempo normal por 2 a 1 e por 5 a 4 nos pênaltis), Cuca negou ter tido qualquer contato até aquele momento. "Só posso dizer sobre o Santos é que tive uma bela passagem por lá", disse, na entrevista coletiva.

Como técnico do Botafogo, Cuca acumulava dois anos, período em que não ganhou nenhum título importante, apesar de sempre ter levado o Botafogo a posições de destaque em várias competições. Neste período, saiu pelo período de pouco mais de um mês, quando foi substituído por Mário Sérgio, no ano passado. Voltou rapidamente.

A diretoria do time carioca vai se reunir à tarde para estudar o nome do substituto de Cuca. Até o momento, nenhum nome está sendo cogitado.

STJD reduz pena e Diego Souza pode jogar no domingo

Meia reforça o Palmeiras no jogo contra o Atlético Paranaense pelo Campeonato Brasileiro

Agência Estado

Diego Souza retorna ao time no Palestra

Arquivo/AE

Diego Souza retorna ao time no Palestra

SÃO PAULO - O meia Diego Souza está liberado para defender o Palmeiras, no próximo domingo, contra o Atlético Paranaense, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) julgou recurso impetrado pelo departamento jurídico do clube e decidiu reduzir a pena do jogador para um jogo.

Diego Souza foi expulso na estréia do Palmeiras no Campeonato Brasileiro, contra o Coritiba. Em julgamento anterior, o meia palmeirense foi suspenso por três partidas. O jogo contra o Atlético Paranaense seria o último em que Diego Souza não poderia atuar.

Expulso no mesmo lance, Carlinhos Paraíba, do Coritiba, também poderá entrar em campo neste final de semana. Ele também tinha sido suspenso por uma partida e teve sua pena reduzida para um jogo. O jogador deverá ser utilizado por Dorival Júnior contra o Cruzeiro, neste domingo.

Contra o Atlético Paranaense, no Palestra Itália, o Palmeiras não poderá contar com o volante Pierre, que cumprirá suspensão automática por ter recebido três cartões amarelos.

quarta-feira, 28 de maio de 2008

Paulo Autuori vira o nome preferido do Santos

Diretor Luiz Capella já entrou em contato com o treinador para tentar um acordo

Sanches Filho - O Estado de S. Paulo

Autuori tem contrato com time do Catar

Arquivo

Autuori tem contrato com time do Catar

SANTOS - O técnico Paulo Autuori está em primeiro lugar na corrida para ser o sucessor de Emerson Leão no Santos. O diretor de futebol do clube, Luiz Antônio Ruas Capella, conversou com Autuori na noite de segunda-feira, ainda antes da saída de Leão, e novamente na tarde de terça, mas ainda não houve acordo.


Autuori está descansando alguns dias em sua casa no Rio de Janeiro, mas ele ainda tem contrato com o Al Ryyan, do Catar. O compromisso vai até o final de junho, mas já existe outro pronto, para vigorar a partir do dia 1º de julho. Agora, após ser procurado pelo Santos, o treinador deve tentar a sua liberação no clube do Oriente Médio.

A contratação de Autuori começou a ser costurada na noite de segunda-feira, na primeira conversa que ele teve com Capella. A idéia era trabalhar com calma e deixar tudo encaminhado, mas a situação ficou urgente na terça, quando Leão teve uma conversa com o presidente do Santos, Marcelo Teixeira, e acertou sua saída.

Apesar da preferência por Autuori, a lista do Santos tinha dois outros nomes para ocupar o cargo. Um deles, no entanto, já está praticamente descartado pela diretoria santista. É Muricy Ramalho, que dificilmente deixará o São Paulo - está prestigiado pelo presidente do clube, Juvenal Juvêncio. O outro é Cuca, do Botafogo, que ficou como segunda opção.

Enquanto isso, empresários trabalham para tentar colocar um treinador no Santos. Um dos nomes oferecidos é o de Ney Franco, que deixou o Atlético-PR recentemente. "Recebi umas 15 ligações de diferentes pessoas, todas em nome do Santos, mas não houve nada de concreto. Para mim seria excelente, mas é preciso ver se há mesmo esse interesse. Da minha parte é de 100%", revelou o técnico.

Corinthians quer 'agarrar oportunidade' na Copa do Brasil

Chegar à decisão do torneio - se passar pelo Botafogo - é considerado uma recompensa para Mano Menezes

Milton Pazzi Jr. - estadao.com.br

Técnico reforça: obrigação é a Série B

Paulo Liebert/AE

Técnico reforça: obrigação é a Série B

SÃO PAULO - Depois da péssima temporada em 2007, quando foi rebaixado no Campeonato Brasileiro, o clima de velório tomou conta do Corinthians. O objetivo para esta temporada se tornou óbvio: garantir o acesso na Série B. E só. E muito antes do que os torcedores e até mesmo o técnico Mano Menezes esperavam, o time conseguiu ter um bom desempenho num torneio nacional. Se vencer o Botafogo por 1 a 0 ou mais de dois gols de diferença nesta quarta-feira no Morumbi (às 21h45, com Globo), a equipe vai disputar a final da Copa do Brasil e pode, se for campeão, garantir vaga na Libertadores do ano que vem. Uma recompensa considerada inesperada.


Mano Menezes, responsável pelo planejamento e montagem do time, não esconde a satisfação com a chance surgida ao avaliar o momento, sempre apontando como resultado disso o trabalho e a seriedade de sua parte e da comissão técnica no dia a dia. "É uma grande oportunidade que temos, tudo na vida é feito de oportunidades. Estamos a três jogos de conquistar um título nacional, de ganhar a Copa do Brasil, que tem um prêmio que é classificar para a Libertadores. E é óbvio que isso ajudará no trabalho da Série B. A Copa do Brasil é uma oportunidade, que daria um salto para essa equipe. A Série B é a nossa obrigação", avalia, procurando minimizar desde já o trauma que a eliminação pode causar.

Neste caminho para conquistar este prêmio, o técnico corintiano explica que o trabalho para o jogo desta noite não inclui nenhum tipo de superstição. Nem mesmo com a presença do auxiliar de arbitragem Roberto Braatz no jogo - ele é considerado culpado por erros da primeira partida - mas tem uma pitada leve de ironia. "Estou tranqüilo. O Cuca disse que vai fazer orações, todos estamos torcendo por uma arbitragem melhor que a do Rio, é o único reforço que faço. Parece que é do senso comum que fomos prejudicados lá e torço para que tudo vá bem". O meio-campista Diogo Rincón descarta até mesmo rituais. "Eu tenho minha fé, mas não acredito em superstição".

A desconfiança com a força do time corintiano - que foi eliminado na primeira fase do Campeonato Paulista - é colocada de lado por Mano. O discurso positivista que tomou conta do mundo do futebol é repetido por ele na entrevista coletiva, citando a goleada contra o Goiás, que deu ao time a classificação nas fases anteriores do torneio. "Mesmo nos 4 a 0 contra o Goiás não esperávamos esse caminho. Você tem de acreditar e fazer seus jogadores acreditarem. Tem de usar esse exemplo para motivar o grupo, vamos ter uma dificuldade porque perdemos quatro jogadores, mas é isso que nos motiva, que teríamos de incutir na cabeça dos jogadores que eles tem condições de render para jogar no Corinthians".


TRANQÜILIDADE
A única coisa que o técnico rechaça para esta partida no lado do Corinthians é o espírito popular de sofrimento que é identificado com o time, historicamente. "Os gremistas também acham que tudo é mais difícil, no Botafogo falam que tem coisas que só acontecem lá... Você chegar numa final é muito difícil, às vezes você escapa num jogada crucial. Tem o São Paulo como exemplo, tem o Liverpool que tomou gol nos últimos segundo e ficou fora da Liga dos Campeões. Vamos ficar mais atentos para que isso não aconteça. Espero que isso não aconteça [ser sofrido]".

Diogo Rincón não fala diretamente em sofrimento, mas imagina que o time terá dificuldades, com o adversário fechado e o estádio lotado com cerca de 60 mil torcedores. "O Botafogo deve usar o regulamento e sabem que se expor muito ficarão vulneráveis e a gente pode fazer gols." Então, o torcedor que se prepare. E quem vai jogar? Só mesmo cerca de meia hora antes do jogo será possível saber, pois o mistério continua.

terça-feira, 27 de maio de 2008

Barcelona anuncia contratação de zagueiro Gérard Piqué

Clube catalão paga R$ 13 milhões pelo zagueiro de 21 anos; contrato será até 30 de junho de 2012

Efe

Piqué tem multa rescisória de R$ 130 milhões

Albert Gea/Reuters

Piqué tem multa rescisória de R$ 130 milhões

BARCELONA - O Barcelona anunciou nesta terça-feira oficialmente a contratação do zagueiro espanhol Gérard Piqué, do Manchester United, e que havia começado a carreira nas categorias de base do clube catalão.

O zagueiro, de 21 anos e 1,87 metro de altura, assinou com o Barcelona até 30 de junho de 2012, e terá cláusula de rescisão de 50 milhões de euros - cerca de R$ 130 milhões.

Embora o clube espanhol não tenha divulgado o valor da transferência, especula-se que tenha pago cerca de 5 milhões de euros (R$ 13 milhões) pelo jogador, que na última quarta-feira conquistou a Liga dos Campeões pelo Manchester United.

Piqué havia deixado as categorias de base do Barcelona para fechar com o Manchester United em 2004, e esteve ainda emprestado pela equipe inglesa ao Zaragoza na temporada 2006/2007.

Emerson Leão pede demissão e deixa o comando do Santos

Insatisfeito com as críticas da torcida, treinador decide abandonar o clube; Cuca é cotado para o cargo

Sanches Filho - O Estado de S. Paulo

Leão não suportou as críticas dos torcedores

Arquivo/AE

Leão não suportou as críticas dos torcedores

SANTOS - Emerson Leão não é mais treinador do Santos. Cansado das críticas da torcida, o treinador apresentou nesta terça-feira seu pedido de demissão. A situação de Leão ficou insustentável depois da derrota para o Cruzeiro no último domingo, por 4 a 0, pelo Brasileirão.

O treinador, que assumiu o comando da equipe no início desta temporada, ficou indignado com as críticas da torcida e a falta de apoio da diretoria. Na eliminação da Copa Libertadores, contra o América-MEX, Leão já havia dito que estava "cansado".

Leão tinha um contrato "apalavrado" com o Santos até o final do ano, sem multa rescisória. Procurado, o treinador não quis comentar a decisão e disse que se reuniria com os dirigentes para acertar os detalhes de sua saída.

Antes de pedir demissão, o treinador havia recebido uma proposta de US$ 6,5 milhões para comandar a seleção do Irã. O técnico, no entanto, recusou a oferta pois não queria sair de São Paulo, já que sua filha se casará no mês de setembro.

A diretoria trabalha com três nomes para substituir Leão. O preferido é o de Cuca, que está no Botafogo - o time disputa as semifinais da Copa do Brasil contra o Corinthians nesta quarta. Geninho, que deixou o Atlético Mineiro, e Ney Franco, que saiu do Atlético Paranaense, também estão na lista.

domingo, 25 de maio de 2008

Flamengo vira e derrota o Internacional no Maracanã

Time rubro-negro faz 2 a 1 e assume a liderança do Brasileirão; confira a classificação

Bruno Lousada - O Estado de S. Paulo

Marcinho festeja seu gol pelo Flamengo

Fábio Motta/AE

Marcinho festeja seu gol pelo Flamengo

RIO - O Flamengo assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro ao derrotar de virada o Internacional, por 2 a 1, ontem à noite, no Maracanã. Com a importante vitória, a equipe rubro-negra chegou aos 7 pontos e segue invicta na competição - são dois triunfos e um empate. Já o time de Porto Alegre, comandado por Abel Braga, permanece com 3 pontos.


Atuais campeões estaduais, Flamengo e Internacional tentam superar um trauma recente. A equipe rubro-negra deu vexame na Taça Libertadores da América - perdeu a vaga para o América do México, em pleno Maracanã - e até hoje não se recuperou do baque. Já o time gaúcho ainda não digeriu a eliminação da Copa do Brasil para o Sport.

No primeiro encontro do Flamengo com a torcida no Maracanã depois do fiasco na Libertadores, o clima era de cobrança. Uma faixa foi estendida na arquibancada com os dizeres: "O Brasileiro é obrigação".

O time rubro-negro sentiu a pressão nos 45 minutos iniciais. O volante Jaílton foi o mais perseguido. A cada toque na bola que ele dava, a torcida pedia sua saída da equipe. O Internacional tirou proveito da situação. Foi para o intervalo com 1 a 0 no placar e poderia ter feito mais. Nilmar foi o autor do gol.

Ele recebeu passe genial de Alex, invadiu sozinho a área rival e finalizou com categoria. Resultado: bola na rede.

O Flamengo voltou para a segunda etapa com uma postura mais ofensiva e não se arrependeu.

Marcinho aproveitou rebote do goleiro Renan depois de cabeçada do zagueiro Fábio Luciano e empatou o clássico: 1 a 1, aos 5 minutos. Marcinho é o artilheiro do Flamengo na temporada, com 11 gols.

Pouco tempo depois, Diego Tardelli arrancou, driblou o goleiro e foi derrubado. No entanto, a bola sobrou para Souza, que quebrou seu jejum de gols. Ele não balançava as redes havia oito jogos.

O duelo, então, pegou fogo. Ficou lá e cá. Nilmar pode ter empatado o confronto, mas deu azar. Ele driblou o goleiro Bruno e chutou para o gol vazio. Atento, o lateral-direito Leonardo Moura deu um carrinho e, em cima de linha, interceptou a bola.

OUTROS JOGOS

No Olímpico, o Grêmio derrotou o Náutico por 2 a 0, com gols de Léo e Perea. Com o resultado, o time gaúcho foi para sete pontos, o mesmo número do Flamengo.

Já no Barradão, o Vitória conquistou seu primeiro triunfo no retorno à elite ao golear o Figueirense por 4 a 0.

Corinthians vence ABC-RN e mantém 100% de aproveitamento

Douglas marca o gol da terceira vitória corintiana no Brasileirão Série B aos 33 minutos do segundo tempo

André Rigue - estadao.com.br

Douglas chutou de fora da área para marcar

Daniel Augusto Jr./Arena

Douglas chutou de fora da área para marcar

SÃO PAULO - O Corinthians suportou a pressão da torcida potiguar e derrotou neste sábado o ABC-RN por 1 a 0, com gol do meia Douglas. Com o resultado, o time foi para nove pontos e manteve a liderança do Campeonato Brasileiro da Série B, com 100% de aproveitamento.

Em toda a história, esta foi a quarta vitória do Corinthians sobre o ABC, em quatro confrontos. O alvinegro paulista marcou nove vezes com o gol deste sábado e nunca teve a rede balançada pelo rival do Rio Grande do Norte, que voltou a disputar a Série B depois de 7 anos.

A vitória dá um ânimo maior para o jogo contra o Botafogo, pela Copa do Brasil, na próxima quarta-feira. Para conseguir se classificar à final, o Corinthians terá de vencer por 1 a 0. Carlos Alberto, André Santos, Fabinho e Lulinha, todos suspensos, não jogam.

Pela primeira vez na Série B, o Corinthians jogou com a torcida contra. Cerca de 15 mil seguidores do ABC lotaram o Estádio Frasqueirão e promoveram uma grande festa com música, buzina, apitos, bandeiras e papéis picados.

A empolgação da torcida, no entanto, não foi a mesma dos jogadores. O Corinthians entrou em campo com modificações. Wellington Saci, Alessandro e Carlão apareceram entre os titulares - numa prévia da equipe que deve enfrentar o Botafogo.

Corinthians e ABC abusaram da violência no primeiro tempo - foram seis amarelos. A principal jogada da equipe do Rio Grande do Norte foi os cruzamentos de Éder, numa tentativa de encontrar os atacantes Valdir Papel e Jean Carioca.

Pelo lado corintiano, as principais chances de gol também surgiram na bola parada. Com bola rolando, o único lance de emoção no primeiro tempo aconteceu aos 40 minutos, quando Eduardo Ramos arriscou de longe e o goleiro Paulo Musse espalmou com a ponta dos dedos.

Mano Menezes foi bravo para o vestiário - na metade do primeiro tempo, ele havia tirado Carlão para colocar Lulinha, com medo de que o jogador recebesse o vermelho. No intervalo, o treinador cobrou maior atenção da zaga e pediu para Wellington Saci melhorar a cobrança dos escanteios.

VITÓRIA NA RAÇA

Com a falta de criatividade do time, o Corinthians teve de recorrer à raça do argentino Herrera. O atacante foi o destaque do segundo tempo e criou as melhores chances de gol. A primeira delas aos 9 minutos, quando arriscou de longe e quase surpreendeu Paulo Musse.

Aos 10 minutos, o argentino faz bela finta no meio-campo e passou para Dentinho, que acabou desarmado por Paulo Musse dentro da área. A bola sobrou nos pés do meia Douglas. Livre e sem goleiro, o jogador chutou para fora.

Apesar de perder o gol, Douglas não se abateu. Aos 33 minutos, o jogador carregou a bola pelo meio, abriu espaço e chutou rasteiro, no canto esquerdo de Paulo Musse, que não conseguiu pegar. Festa para os corintianos, que agora voltam a jogar pela Série B no próximo sábado, contra o vice-líder Fortaleza.

sábado, 24 de maio de 2008

Willian Bonner visita treino do São Paulo na Barra Funda

Acompanhado da mulher e dos filhos, apresentador do Jornal Nacional dá uma força aos jogadores

Redação


Willian Bonner, acompanhado da mulher Fátima Bernardes e dos filhos, visitou neste sábado o CCT do São Paulo, na Barra Funda. Vestido com uma camisa do tricolor, o apresentador do Jornal Nacional tirou fotos e deu autógrafos aos jogadores. Neste domingo, o São Paulo enfrenta o Coritiba pelo Campeonato Brasileiro, no Morumbi, às 16 horas

Marcio Fernandes/AE

Marcio Fernandes/AE

Marcio Fernandes/AE

Chelsea demite o técnico Avram Grant após derrota na Liga

Treinador havia assumido a equipe no lugar de José Mourinho; equipe inglesa procura por novo técnico

Agência Estado

Tamanho do texto? A A A A

SÃO PAULO - A diretoria do Chelsea anunciou, neste sábado, a demissão do técnico Avram Grant, três dias depois da equipe perder a decisão da Liga dos Campeões, nos pênaltis, para o Manchester United. O clube ainda não contratou um substituto para a vaga do treinador israelense. "Chelsea Futebol Clube confirma que Avram Grant teve seu contrato como treinador encerrado hoje. [A decisão] segue reuniões realizadas nos últimos dois dias", disse o clube inglês.

O treinador havia sido criticado pela diretoria do Chelsea, na sexta-feira, que considerou os resultados obtidos pela equipe neste temporada não foram suficientemente bons. O clube londrino não conquistou nenhum título e também foi vice-campeão da Copa da Liga Inglesa e do Campeonato Inglês. O Manchester United também conquistou o título nacional.

Amigo pessoal de Roman Abramovich, Avram Grant assumiu o comando do Chelsea em setembro, após a demissão do português José Mourinho. O técnico, no entanto, nunca conseguiu ter a aprovação completa dos torcedores do clube. (com agências internacionais)

sexta-feira, 23 de maio de 2008

Henrique e Thiago Silva são convocados para a seleção

Zagueiro do Palmeiras participará dos amistosos nos EUA; jogador do Fluminense atuará nas Eliminatórias

Redação

Henrique defenderá a seleção nos amistosos

Arquivo/AE

Henrique defenderá a seleção nos amistosos

SÃO PAULO - Dunga, técnico da seleção brasileira, convocou nesta sexta-feira os zagueiros Henrique, do Palmeiras, e Thiago Silva, do Fluminense, para o lugar do cortado Alex Costa, do Chelsea, segundo informações do site da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Henrique foi chamado para disputar os jogos contra Canadá, em 31 de maio, na cidade americana de Seattle, e Venezuela, no dia 6 de junho em Boston, também nos Estados Unidos.

Já Thiago Silva fará parte do grupo que jogará contra Paraguai e Argentina pelas Eliminatórias da Copa de 2010 em 15 e 18 junho, respectivamente.

Os zagueiros entram no lugar de Alex Costa, do Chelsea, desconvocado por contusão.

Corinthians inicia tour pelo Nordeste com duelo contra o ABC

Serão seis jogos na região pela Série B do Brasileirão, onde o time deve ter maioria dos torcedores nos estádios

Marcel Rizzo - Jornal da Tarde

Mano Menezes teme a empolgação dos rivais

Arquivo/AE

Mano Menezes teme a empolgação dos rivais

NATAL - O Corinthians inicia em Natal, onde já está concentrado para a partida deste sábado contra o ABC, o tour pela região do Brasil que mais vai visitar em sua saga pela Série B do Campeonato Brasileiro. Serão seis jogos no Nordeste no caminho de volta à elite.



A pouca presença de clubes do sul e jogos na região faz com que as partidas de paulistas ou cariocas se tornem grandes eventos. Em Natal foram 16 mil ingressos vendidos rapidamente e os torcedores fazem até vaquinha para poder comemorar a presença corintiana. Pernambuco se acostumou mais recentemente com jogos importantes, já que Sport e Naútico estão na Série A. Mas estados como Rio Grande do Norte, Alagoas e até a Bahia, que há dois anos tinha seus dois principais times - Vitória e Bahia - na Terceira Divisão, estão órfãos dos grandes clubes do Brasil.

"Por isso é mais complicado ainda jogar aqui. É uma animação que sai do público para o adversário, que corre o dobro do que correria em um jogo normal. Nós sabíamos que o Corinthians seria o time a ser batido, mas a empolgação dos rivais está enorme", conta Mano Menezes. O time alvinegro estreou como visitante semana passada vencendo o Gama por 3 a 1, em Taguatinga (DF). Só que 70% do estádio era recheado de corintianos. "Aqui em Natal vai ser diferente. Espero uma pressão bem maior", analisa.

Serão seis jogos no Nordeste, mas em quatro cidades diferentes. Haverá repetição justamente em Natal, na última rodada, no final de novembro contra o América, e em Fortaleza, onde os rivais serão o Fortaleza e o Ceará. Salvador e Maceió completam a lista. No total, só para atuar no Nordeste, o Timão vai percorrer 16.614 km.

Nesta semana, por exemplo, enfrentou uma maratona para se adequar ao calendário da Série B e da Copa do Brasil. De Brasília foi para o Rio de Janeiro, onde perdeu de 2 a 1 para o Botafogo, e depois seguiu direto para Natal. Percorreu aí 4.828 km. "Faz parte da temporada essas viagens longas. Temos que estar é descansados para conseguir realizar bons jogos", avalia o atacante Dentinho.

Somente o estado de São Paulo verá mais jogos do Corinthians também como visitante na Série B. Serão seis duelos contra times paulistas fora de casa. O Centro-Oeste terá três e o sul outros quatro. O Norte não tem representantes na Série B.

quinta-feira, 22 de maio de 2008

Santos convoca a torcida para 'decisão' contra o América

Equipe do técnico Emerson Leão precisa vencer por 3 a 0 para chegar às semifinais da Libertadores

Sanches Filho - Especial para O Estado de S. Paulo

Kleber confia na torcida para o Santos eliminar o América do México da Libertadores

Arquivo/AE

Kleber confia na torcida para o Santos eliminar o América do México da Libertadores

SANTOS - Confiante na classificação, o lateral esquerdo Kleber, do Santos, convoca o torcedor para o confronto dessa quinta-feira, às 21h50, na Vila Belmiro, contra o América do México, com acompanhamento ao vivo da estadao.com.br. O time precisa reverter o resultado do primeiro jogo para se classificar às semifinais da Copa Libertadores e segundo o jogador, não adianta ir "afobado para cima do adversário".


"O torcedor é fundamental. A simples presença da torcida faz com que o time esteja mais incentivado", mesmo assim, o jogador afirma que os torcedores terão que ter paciência para enfrentar um América fechado, que não permitirá espaços pelo meio campo.

"O Santos tem noventa minutos para tirar a diferença [já que perdeu o primeiro jogo no México por 2 a 0]. Temos que jogar com paciência".

O TEMOR CABAÑAS
Tido até aqui como "carrasco" dos times brasileiros, Salvador Cabañas é a principal arma do time mexicano e, claro, motivo de preocupação para os santistas. O atacante paraguaio é o artilheiro da competição, empatado com cruzeirense Marcelo Moreno, com oito gols.

"O Cabañas não pode ter liberdade. Ele é um jogador muito perigoso que não se pode dar espaços para ele", afirmou Kleber.

Cabañas marcou dois gols na vitória histórica do América sobre o Flamengo, pela segunda partida das oitavas-de-final da Libertadores - quando seu time venceu por 3 a 0 e eliminou o Flamengo, em pleno Maracanã. Já na primeira partida contra o Santos, o camisa 9 do time mexicano marcou os dois gols da vitória do América.

Com 1,73 metros, 78 quilos e uma barriga saliente, o jogador é considerado gordo por muitos. No entanto, o elenco santista afirma que ele "tem bola para jogar até mesmo no Santos", afirmou Lima. "Ao contrário do que muita gente diz, o Cabanas não é um jogador gordo. Ele é muito perigoso e de muitas qualidade. Agora o Santos está preparado. Ele não pode ter espaços", disse o atacante santista.

Kaká pode sofrer uma artroscopia no joelho esquerdo

Jogador do Milan será examinado por José Luiz Runco e deve ficar de fora dos amistosos da seleção

Agência Estado

Kaká pode passar por cirurgia

Arquivo/AE

Kaká pode passar por cirurgia

SÃO PAULO - Kaká poderá sofrer uma artroscopia no joelho esquerdo nesta sexta-feira. O jogador do Milan será examinado no Rio pelo médico José Luiz Runco, da seleção brasileira. Caso seja necessário a cirurgia, o atleta vai desfalcar a equipe do técnico Dunga nos amistosos contra Canadá (dia 31) e Venezuela (dia 6 de junho), ambos nos Estados Unidos.

Como é esperada uma recuperação rápida - cerca de 15 dias de repouso -, não está descartada a possibilidade de Kaká jogar pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2010 diante de Paraguai (dia 14 de junho), em Assunção, e Argentina (dia18), em Buenos Aires.

DORES ANTIGAS

Eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa ano passado, quando liderou o Milan na conquista do título da Copa dos Campeões e do Mundial de Clubes, no Japão, Kaká vem sofrendo há tempo com dores no joelho. Ficou fora da equipe por alguns jogos no Campeonato Italiano e não conseguiu ajudar a garantir a participação do clube na próxima Copa dos Campeões. O time milanês terminou em quinto lugar no Italiano e vai ter de jogar a Copa Uefa.

No domingo, logo após o último jogo do Campeonato Italiano, a diretoria do Milan anunciou que não iria deixar Kaká integrar a seleção olímpica do Brasil. Segundo os italianos, não existe a obrigação de liberar jogadores com mais de 23 anos. Dunga pode levar três jogadores nestas condições.

Com a negativa do Milan de liberar Kaká, outros times europeus também anunciaram que não pretendem perder seus jogadores brasileiros nas primeiras rodadas dos campeonatos nacionais.

Na Espanha, o Real Madrid não quer saber de ver Robinho em ação nos campos chineses. O Werder Bremen também não considera a Olimpíada com o mesmo peso de uma Copa do Mundo e por isso não aceita ver Diego na lista de Dunga.

terça-feira, 20 de maio de 2008

Leão está preocupado com arbitragem na Libertadores

Para o treinador do Santos, árbitro uruguaio Jorge Larrionda é mais perigoso do que o jogador Cabañas

Sanches Filho - O Estado de S. Paulo

Leão quer pressionar o América-MEX na Vila

Arquivo/AE

Leão quer pressionar o América-MEX na Vila

SANTOS - O técnico Emerson Leão não está preocupado com nenhum jogador do América-MEX em especial. Nem mesmo com o atacante paraguaio Cabañas, autor dos dois gols que derrotaram o Santos por 2 a 0 no jogo de ida das quartas-de-final da Libertadores, semana passada, no Estádio Azteca, na Cidade do México. Seu medo é que um novo erro de arbitragem, na partida de volta, quinta-feira, na Vila Belmiro, possa acabar com o sonho do Santos seguir na competição continental.

No primeiro jogo contra o América, na semana passada, a arbitragem anulou um gol legal do Santos, marcado por Kléber Pereira - foi marcado impedimento, inexistente -, que deixaria o time brasileiro em situação bem mais confortável no confronto. "Para mim, o resultado do primeiro jogo contra o América foi 2 a 1. Quando fui falar com o juiz e com o auxiliar, eles me disseram que se equivocaram. Um equívoco que nos obriga a ganhar com três gols de diferença, em vez de um", afirmou Leão.

O técnico santista, inclusive, não gostou muito da indicação do uruguaio Jorge Larrionda para apitar o jogo de quinta-feira. "É novamente o árbitro que me expulsou contra o Cúcuta, na fase de classificação, na Vila Belmiro, e do jogo de volta contra o Boca Juniors na Libertadores de 2003", lembrou Leão, reclamando erros da arbitragem que considera serem constantes contra o Santos.

Sobre a principal arma do América, o atacante Cabañas, Leão fez elogios, mas não ordenou marcação especial sobre ele. "Do lado que ele cair sempre vai ter alguém para marcá-lo", disse Leão, acreditando que o time mexicano não irá se expor tanto no ataque, por ter boa vantagem no confronto. "Na Vila Belmiro será diferente. Deve esperar o Santos e tentar jogar no nosso erro. Nem sei se será possível ganhar com diferença de três, mas vai ter que ser, senão estaremos mortos."

O time para o jogo de quinta-feira ainda é um mistério. Na manhã desta terça, Leão deu um treino de fundamentos e depois descartou a escalação de Marcelo. O zagueiro sofreu lesão de primeiro grau no músculo posterior da coxa direita e o técnico teme que o problema se agrave. Mas o médico Carlos Braga ainda tem uma pequena esperança na recuperação do jogador a tempo de enfrentar o América.

Como Evaldo está fora, em razão de um trauma no joelho esquerdo, Leão deve formar a dupla de zagueiros com Betão e Fabão, deixando Domingos (estava fora por contusão e só voltou a treinar com bola nesta terça-feira) na reserva. Assim, deve voltar a escalar Adriano na lateral-direita.

Ministério Público denuncia travesti envolvido com Ronaldo

André Albertini é acusado de crime de extorsão e pode pegar de quatro a dez anos de prisão

Redação

Andréia Albertini pode pegar 10 anos de prisão

Arquivo/AE

Andréia Albertini pode pegar 10 anos de prisão

SÃO PAULO - O Ministério Público do Estado do Rio ofereceu denúncia contra o travesti Andréia Albertini por tentativa de extorsão e pediu à Justiça que convoque Ronaldo e os demais envolvidos no incidente entre o jogador do Milan e três travestis, ocorrido em 28 de abril, num motel da Barra da Tijuca. De acordo com o promotor Alexandre Murilo Graça, Andréia Albertini exigiu R$ 50 mil de Ronaldo para que o "programa" do craque no motel não chegasse ao conhecimento público.

No texto em que se baseia para denunciar Albertini, o promotor relata, a partir de conclusão de inquérito policial, o que ocorreu na manhã do dia 28 com o ex-atacante da seleção. "Policiais militares foram acionados a comparecer ao local (Motel Papillon)para apartar uma "briga de casal". Entretanto, chegando ao motel, perceberam que se tratava de um travesti, o qual se dizia lesado por seu cliente (Ronaldo), que não queria efetuar o pagamento do programa."

No documento enviado à Justiça, Murilo Graça conta que Ronaldo ingeriu bebidas alcoólicas numa boate da Barra antes de seguir para a Praça do Ó, "lugar conhecido como ponto de prostituição de travestis".

"O denunciado, travesti que se prostitui naquela localidade, foi abordado pela vítima por volta das 5 horas e se apresentou como Andréia, tendo sido contratado para um programa", prossegue o promotor, que menciona os outros dois travestis (Carla e Veida) envolvidos na trama, e diz textualmente que "após três horas no interior do quarto, a vítima (Ronaldo Fenômeno) percebeu que não estava com mulheres, mas sim, travestis, o que a fez desistir do programa."

A Justiça do Rio vai decidir agora se aceita a denúncia. Se for indiciado, Albertini pode ser condenado de quatro a dez anos de prisão. O Estado tentou ouvir o advogado dos três travestis envolvidos no escândalo, Eduardo Swiech, mas ele não foi encontrado.

FRANÇA

Ronaldo viajou no domingo para Paris, em companhia de Maria Beatriz Antony, com quem reatou o namoro, e foi analisado nesta terça-feira pelos médicos que operaram seu joelho esquerdo em fevereiro. Da capital francesa, Ronaldo seguirá para Madri, onde passará alguns dias com o filho Ronald. O atacante do Milan só deve retornar ao Brasil na próxima semana, a fim de dar continuidade ao tratamento para se recuperar da lesão no joelho.

segunda-feira, 19 de maio de 2008

Leão exalta vitória; jogadores só pensam no América-MEX

Treinador santista acredita que goleada do domingo dá ânimo para o Santos chegar às semis da Libertadores

Alan Rafael Villaverde - estadao.com.br

Leão reclama no jogo contra o Ipatinga

Sérgio Castro/AE

Leão reclama no jogo contra o Ipatinga

SÃO PAULO - A vitória sobre o Ipatinga dá ao Santos três pontos na tabela do Brasileirão. Isso pode parecer trivial, mas não para o técnico Emerson Leão, que temia que um tropeço viesse a conturbar o ambiente da equipe que se prepara para o embate decisivo diante do América do México, na quinta, pelas quartas-de-final da Copa Libertadores. "O jogo de hoje [domingo] foi muito importante porque precisávamos de uma vitória. Quem ler o jornal vai achar que a vitória foi uma moleza, mas não foi. Imagina se nós tivéssemos perdido. O clima seria ruim para o jogo diante do América", comentou o treinador.


Apesar do bom resultado, Leão não deixou de criticar sua equipe. "O time estava desencontrado e demorou a adquirir a postura. E os dois jogadores [Molina e Wesley] responsáveis pela criatividade do time não jogaram e tivemos que mudar", disse o técnico, que já pensa no jogo diante do América: "A vitória foi merecida pelo primeiro tempo e agora vamos para quinta-feira. Temos bastante tempo, porque, com o erro da arbitragem lá, temos que fazer três ao invés de um. Mas temos tempo para reverter isto."

FOCO NA LIBERTADORES

De acordo com o volante Rodrigo Souto, o Santos demorou a engrenar por causa do adversário de quinta. "Era evidente que nossa cabeça estaria no América. Com todo respeito que tenho ao Ipatinga, o jogo de hoje valia somente pelos pontos, pois é importante pontuar em casa, mas o pensamento é no América. Não tem como ser diferente. "

O mesmo discurso foi aplicado pelo goleiro Fábio Costa. "Não é fácil, não [jogar com o pensamento em outra partida]. O Ipatinga teve a chance de matar o jogo ainda no primeiro tempo. Em parte pelo nosso cansaço, pela cabeça estar com o pensamento no América, pelo gramado, mas o Santos provou que é um grande time, pois quando precisou, atacou e conseguiu marcar os gols e dominar a partida. "

Para presidente do Barcelona, Ronaldinho precisa deixar clube

'Gostaria que ele recebesse uma boa despedida para que seja lembrado por tudo que nos deu', diz Laporta

Simon Baskett - REUTERS

Ronaldinho está sem jogar desde março

Arquivo/AE

Ronaldinho está sem jogar desde março

BARCELONA - O presidente do Barcelona, Joan Laporta, reconheceu que o ex-Jogador do Ano Ronaldinho Gaúcho precisa deixar o clube para reanimar sua carreira. "Ele (Ronaldinho) precisa de um novo desafio. Quando um ciclo termina, é normal que a maioria das partes emblemáticas cheguem ao fim", disse Laporta à televisão catalã TV3, no domingo à noite.

"Gostaria que Ronaldinho recebesse uma boa despedida para que seja lembrado por tudo que nos deu e saiba que, se não pôde fazer mais, foi porque as circunstâncias não deixaram."

Laporta admitiu que o clube pode ter dificuldades para vender o brasileiro de 28 anos, que sofreu uma série de lesões e problemas físicos nesta temporada, participando apenas de 13 das 28 partidas do time no Campeonato Espanhol.

A última vez que Ronaldinho jogou foi na derrota por 2 a 1 para o Villarreal, no dia 9 de março - ele começou a reclamar de dores nos músculos da perna direita logo após, e está fora de ação desde então.

O Milan demonstrou interesse no jogador e o irmão e empresário do jogador, Assis, disse que Ronaldinho e Milan chegaram a um acordo. Mas o time italiano disse que não conseguiu chegar a um acordo sobre o preço a ser pago ao Barcelona.

Ronaldinho chegou ao Barcelona em 2003, revivendo imediatamente a moral do clube, que não ganhava um título importante desde 1999. Ele ajudou o Barça a vencer títulos espanhóis em 2005 e 2006, além da Liga dos Campeões.

Laporta disse também que o time decidiu rejeitar a possibilidade de designar José Mourinho como treinador e escolheu o ex-jogador Pep Guardiola para substituir Frank Rijkaard na função, porque o ex-treinador do Chelsea não serviria para o Barcelona.

"Decidimos que, se Frank não continuasse, então escolheríamos Guardiola porque o Pep possui a humildade necessária", disse Laporta.

"Não pensamos em treinadores como Mourinho ou (Rafa) Benitez, que são muito bons treinadores, mas não servem para o Barcelona. Então, dissemos a Rijkaard que deixaríamos Guardiola assumir o seu lugar."

Laporta negou que o ex-jogador e treinador Johan Cruyff tenha vetado a indicação de Mourinho, mas admitiu que ele deu sua opinião sobre o português.

"Houve conversas privadas entre mim e ele e eu não vou revelá-las. O que posso dizer é que Cruyff é um grande simpatizante de Pep."

O Barcelona não ganhou nenhum troféu nas últimas duas temporadas. Eles ficaram em terceiro lugar no Campeonato Espanhol nesta temporada, 10 pontos atrás do Villarreal e 18 atrás dos campeões do Real Madrid.

sábado, 17 de maio de 2008

Colegas de São Paulo festejam convocação de Adriano

Jogador retorna à seleção brasileira, diz que está feliz no clube tricolor, mas mira retorno à Inter de Milão

Agência Estado

Adriano é elogiado pelos companheiros de clube

Sergio Castro/AE

Adriano é elogiado pelos companheiros de clube

SÃO PAULO - A volta de Adriano à seleção brasileira foi recebida com alegria pelos companheiros do atacante no São Paulo. Para os jogadores, a convocação foi um reconhecimento ao trabalho do atleta, um dos destaques do clube na temporada.


"Ele é diferenciado e vem mostrando isso nos jogos. Só dependia de si mesmo para voltar à seleção", disse o meia Hugo, que destacou a importância do bom ambiente para a recuperação do jogador. "A parte psicológica é muito importante. Quando a cabeça está boa, o futebol flui.

O volante Zé Luis vibrou com o retorno do atacante. "É muito bom vê-lo novamente sendo chamado para a seleção", disse o jogador, que se lembra de forma especial de uma partida do companheiro com a camisa amarela.

"Aquele gol que ele fez contra a Argentina aos 45 do segundo tempo na final da Copa América eu não vou esquecer nunca. Estava em Salvador com minha família e vibramos demais", relembrou Zé Luis, referindo-se ao torneio que faz Adriano firmar-se na seleção brasileira.

FELIZ
Em sua primeira entrevista coletiva após a convocação para a seleção, Adriano mostrou felicidade. "Estou feliz pela convocação. Trabalhei muito e o Dunga pode confiar em mim. Eu farei de tudo pela seleção."

Sobre sua recuperação psicológica e física, que era seu objetivo no São Paulo, Adriano deixou claro: "Eu estou muito bem. Estou recuperando, mas o desafio, agora, é manter. Tenho que trabalhar ainda mais para manter a forma e a cabeça no lugar."

RETORNO
Apesar de dizer que está feliz no São Paulo, Adriano deixou claro, mais uma vez, que pretende voltar à Inter de Milão ao término de seu contrário por empréstimo junto ao São Paulo. "Eu pretendo voltar para a Inter de Milão. Ainda não entraram em contato comigo [dirigentes do clube italiano], mas isto é por causa do fuso horário, pois eu sei que eles estão vendo o que faço no São Paulo."

Corinthians terá apoio da maioria contra o Gama, no DF

Dos 19 mil ingressos colocados à venda no Distrito Federal, metade (9,5 mil) são para corintianos

Marcel Rizzo - Jornal da Tarde

Promovido a titular, Herrera não será poupado e encar o Gama neste sábado

Jose Luis da Conceicao/AE

Promovido a titular, Herrera não será poupado e encar o Gama neste sábado

SÃO PAULO - A estréia do Corinthians fora de casa na Série B é neste sábado, contra o Gama, às 16 horas (com transmissão online do estadao.com.br) mas dificilmente os jogadores vão se sentir como visitantes. Dos 19 mil ingressos colocados à venda no Distrito Federal, metade (9,5 mil) são exclusivamente para a Fiel. Do restante, 4,7 mil são do time da casa e 4,7 mil torcedores neutros, que devem ser comprados mais por corintianos, em estimativa da Polícia Militar local.

De olho na segunda vitória na competição - a primeira foi contra o CRB, no Pacaembu, 3 a 2 -, o técnico Mano Menezes levou todos os seus principais jogadores a Brasília. Está definido que Diogo Rincón, com dor no joelho, será poupado para a entrada de Douglas. Por já ter atuado na Copa do Brasil, ele não pode jogar a decisiva partida de terça, contra o Botafogo.

A decisão faz Mano deixar no ar a possibilidade de poupar mais. "Temos atletas cansados. Mas não vou montar minha equipe contra o Gama pensando no Botafogo", comentou. A resposta foi depois de saber que o Fogão deve colocar um time reserva na Série A do Brasileiro, também neste sábado, contra o Cruzeiro, em Minas.



Os candidatos a serem poupados são Dentinho, André Santos, William e Carlos Alberto. Mas é improvável que eles não joguem. O Timão tem a Série B como prioridade e na visão da comissão técnica é importante somar pontos nas primeiras rodadas, quando alguns rivais ainda estão em fase de montagem, como o Gama.

No Gama, a novidade será a estréia do atacante Adriano Magrão, ex-Fluminense e que chegou a ser sondado pelo Timão.

OUTROS JOGOS

Bastou uma rodada na Série B, para o futebol da dupla Paraná e Fortaleza ser colocado em xeque. Apontados como favoritos para uma das quatro vagas do acesso, os rivais - se enfrentam esta tarde, às 16 horas, no Ceará -, largaram na competição derrapando. Quem vencer, tira a corda do pescoço. Ao derrotado, resta a crise. Ambos descartam o empate como bom resultado.

A situação do Fortaleza é um pouco mais confortável, pois empatou, em Feira de Santana, contra o Bahia, por 1 a 1 e agora joga em seus domínios. Já o Paraná, caiu, em Curitiba, diante do Avaí, por 1 a 0, e não vem bem longe de casa.

Em Alagoas, CRB e São Caetano se enfrentam tentando tirar o fantasma Corinthians da cabeça. O time caiu, na estréia, diante dos paulistas (3 a 2) e o time do ABC - eliminado na Copa do Brasil - quer mostrar que a competição já faz parte do passado. Neste sábado, busca a segunda vitória na Série B e o topo da tabela. Demais jogos: América-RN x Bahia e Avaí x ABC.

quinta-feira, 15 de maio de 2008

São Paulo poupa time contra o Atlético-PR pelo Brasileirão

Técnico Muricy Ramalho dá descanso aos jogadores para poder colocar força máxima na Copa Libertadores

Marcius Azevedo - Jornal da Tarde

Muricy quer força máxima na Libertadores

Arquivo/AE

Muricy quer força máxima na Libertadores

SÃO PAULO - O Campeonato Brasileiro pode esperar. A comissão técnica do São Paulo, com o respaldo da diretoria, decidiu que a prioridade do time será o segundo jogo das quartas-de-final da Libertadores contra o Fluminense, na próxima quarta-feira, no Rio de Janeiro. O time precisa de um empate para avançar às semifinais. Por isso, o time vai enfrentar o Atlético Paranaense no domingo, em Curitiba, com um time cheio de reservas.


O técnico Muricy Ramalho deixou de lado o discurso batido de que toda partida do Nacional é uma decisão, e que não dá para recuperar os pontos perdidos mais adiante - serão mais 36 jogos após domingo. "Não adianta querer ser romântico e ir para o jogo de domingo (em Curitiba) com todo mundo. Não temos um grande elenco em número, mas vamos pensar no que fazer. Dessa vez, vou deixar quem estiver mais desgastado de fora, descansando."

O maior temor é perder jogadores importantes. O ano não tem sido muito bom neste aspecto para o São Paulo, que sofreu várias baixas durante o ano. Os atacantes Dagoberto e Aloísio, por exemplo, ficaram algum tempo no departamento médico - onde estão o zagueiro André Dias e o meia Jorge Wagner. E apenas o segundo volta para enfrentar o Fluminense, no Maracanã.

Então, não há motivos para o São Paulo correr riscos na segunda rodada da competição. "Realmente existem alguns jogadores que estão desgastados. A comissão terá que analisar o caso de cada um e decidir o que é melhor", afirmou o goleiro Rogério Ceni, notório "fominha", que deve ser um dos poucos titulares na partida na Arena da Baixada. "Acredito que vou atuar, na minha posição é possível jogar de domingo e quarta sem problema."

Para o superintendente de futebol do São Paulo, Marco Aurélio Cunha, Muricy deveria escalar apenas reservas e aproveitar para dar oportunidade para garotos como Sérgio Mota, Alex Cazumba e Roni, que já estão há algum tempo no elenco profissional, mas foram pouco usados. "O retrospecto do São Paulo lá (na Arena) é o pior possível. Se for para perder, é melhor levar um time com reservas e garotos."

E o dirigente tem razão. O São Paulo nunca conseguiu derrotar o Atlético em seu estádio. No ano passado, já campeão, encerrou na Arena sua campanha no Brasileiro, com uma derrota por 2 a 1. "Existe uma grande chance de nós não ganharmos. Então é melhor não arriscar. Eu penso assim. Se for para perder o jogo, prefiro gastar pouco."

Adriano é a novidade na convocação da seleção brasileira

Atacante ressurge no São Paulo e ganha nova chance na seleção comandada por Dunga; 25 atletas chamados

Bruno Lousada - O Estado de S. Paulo

Adriano retorna à seleção para ser o 'camisa 9'

Arquivo/AE

Adriano retorna à seleção para ser o 'camisa 9'

RIO - O técnico da seleção brasileira, Dunga, convocou 25 atletas para os amistosos diante do Canadá, no dia 31 de maio, e Venezuela, dia 6 de junho, além dos jogos diante do Paraguai e Argentina, pelas eliminatórias à Copa do Mundo de 2010, nos dias 15 e 18 de junho, respectivamente.

Veja também:
tabela Classificação das eliminatórias
tabela Calendário / Resultados

tabela Dunga antecipa convocação de Kaká para Jogos Olímpicos

A novidade da convocação foi o retorno do atacante Adriano. Para o alívio do São Paulo, o jogador participará apenas dos jogos pelas eliminatórias, não atrapalhando os jogos do time pela Copa Libertadores. O mesmo acontece com o lateral-esquerdo Kleber, do Santos.

Dunga, no entanto, aproveitará a ausência dos dois atletas para testar dois jogadores, com idade olímpica, nos amistosos: o lateral-esquerdo Marcelo, do Real Madrid, e o atacante Rafael Sóbis, do Bétis.

CONFIANÇA EM ADRIANO
Dunga demonstrou muita confiança no atacante Adriano, que poderia ser a solução para o ataque da seleção, que ainda não encontrou sua formação ideal. "Todo mundo conhece o potencial do Adriano. Ele está demonstrando força de vontade e capacidade no São Paulo. Ele é um grande jogador que gosta de jogo importante. É em jogo importante que a gente vê a qualidade do atleta", afirmou Dunga.

AMISTOSOS

Os dois primeiros compromissos de tais convocados serão os amistosos diante do Canadá, em Seattle, e Venezuela, em Boston, nos Estados Unidos. Para Dunga, os dois jogos servirão para acompanhar o rendimento de jogadores como Marcelo e Rafael Sóbis.

"A qualidade dos jogadores a gente já conhece. A questão, agora, é ver como o jogador responderá com a camisa da seleção", comentou o treinador, que concluiu: "Jogador na seleção é bem diferente. O jogador pode ir muito bem no clube, mas não jogar nada pela seleção. Eu, por isso, sempre opto pela coerência no trabalho, mantendo uma base que já mostrou competência."

ELIMINATÓRIAS
A convocação desta quinta mostrou, mais uma vez, que Dunga tem como foco a participação do Brasil nas eliminatórias à Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. Dos convocados 25 convocados, apenas cinco têm idade para disputar os Jogos Olímpicos de Pequim (Diego Alves, Alexandre Pato, Rafael Sóbis, Marcelo e Anderson). "O foco é a Copa do Mundo de 2010, mas isto não quer dizer que vamos deixar a seleção olímpica de lado", disse Dunga.

PEQUIM 2008

Apesar de manter o foco nas eliminatórias, Dunga confessou que já tem uma pré-lista de convocados para os Jogos Olímpicos de Pequim. De acordo com seu auxiliar-técnico, Jorginho, a lista já conta com 50 nomes. "Temos uma lista, sim. Ela tem uns 50 nomes, mas tudo depende da liberação dos clubes", confirmou Jorginho.

Para fechar o elenco que disputará os Jogos Olímpicos, Dunga terá que contar com a boa vontade dos clubes, pois a Fifa não obriga a liberação para a disputa das Olimpíadas. Até o momento, o grande impasse é o meia Kaká, que seria um dos três jogadores, acima dos 23 anos, convocados, mas o Milan avisou que não o liberará caso se classifique à Liga dos Campeões da Uefa.



Lista dos convocados:
Goleiros
Júlio César (Inter de Milão)
Doni (Roma)
Diego Alves (Almería)

Zagueiros
Lúcio (Bayern de Munique)
Juan (Roma)
Luisão (Benfica)
Alex (Chelsea)

Laterais
Daniel Alves (Sevilla)
Gilberto (Tottenham)
Michael (Inter de Milão)
Kleber (Santos)
Marcelo (Real Madrid)

Volantes
Mineiro (Hertha Berlim)
Josué (Wolfsburg)
Gilberto Silva (Arsenal)
Elano (Manchester City)

Meias
Anderson (Manchester United)
Júlio Baptista (Real Madrid)
Kaká (Milan)
Diego (Werder Bremen)

Atacantes
Rafael Sóbis (Bétis)
Robinho (Real Madrid)
Adriano (São Paulo)
Luís Fabiano (Sevilla)
Alexandre Pato (Milan)

terça-feira, 13 de maio de 2008

Rivaldo renova contrato com AEK por mais uma temporada

Meia chegou a dizer que não continuaria no Campeonato Grego após decisão que tirou o título de sua equipe

Agência Estado

SÃO PAULO - O meia-atacante Rivaldo, de 36 anos, renovou seu contrato com o AEK, de Atenas, por mais uma temporada. O anúncio foi feito nesta terça-feira pelo brasileiro, que chegou a dizer que não continuaria no futebol grego após uma polêmica decisão que tirou o título da equipe.

O Olympiacos conquistou o título de campeão nacional depois de uma polêmica decisão das autoridades esportivas locais. O clube havia perdido um jogo para o Apollon, mas o adversário usou um jogador irregular. Em vez de apenas punir o Apollon, a Justiça deu os três pontos da partida para o Olympiacos, que levou o título com dois pontos de vantagem sobre o AEK.

"A verdade é que, no fim do campeonato, eu senti uma grande decepção e senso de injustiça. Mas as demonstrações de amor e apoio que recebi dos torcedores e da equipe contribuíram para minha decisão", disse o jogador em nota oficial publicada no site do clube.

Corinthians aposta na defesa para seguir na Copa do Brasil

Time de Mano Menezes precisa de um empate na noite desta terça-feira contra o São Caetano para avançar

Fábio Hecico - O Estado de S. Paulo

Mano Menezes está preocupado com a bola aérea

Paulo Pinto/AE

Mano Menezes está preocupado com a bola aérea

RIBEIRÃO PRETO - O Corinthians já disputou 27 jogos na temporada, e em 14 deles, a defesa se mostrou intransponível. Não levar gols do São Caetano no jogo desta terça, às 20h30, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (com acompanhamento do estadao.com.br), significa garantir vaga nas semifinais da Copa do Brasil. Como venceu o jogo de ida por 2 a 1, o time passa de fase se empatar ou perder por diferença de um gol, desde que marque pelo menos duas vezes. O Azulão passa se fizer 1 a 0 e leva a decisão para os pênaltis com 2 a 1, uma repetição do resultado do Morumbi.

Desde o título brasileiro de 2005 o corintiano não sabe o que é estar entre os quatro melhores de uma competição. Para voltar a sentir este doce gostinho, espera que Felipe, Carlos Alberto, Chicão, William e Fabinho voltem a formar o paredão defensivo que garantiu a zaga menos vazada do Campeonato Paulista, no qual levaram apenas 15 gols.

Ciente de que o empate é bom, Mano estuda a entrada do volante Nilton na vaga de Eduardo Ramos - a volta de Perdigão, porém, já não está mais em seus planos. Ele não quer sua equipe trancada na defesa. "Não podemos entrar desde o início pensando no 0 a 0", diz. "Independentemente da formação, temos de buscar também os gols, jogar. Se ficarmos atrás, damos liberdade ao rival, ele vê que estamos frouxos e nos encurrala", observa.



Papo bonito, bem ensaiado. Mas o treinador demonstra estar com o regulamento debaixo do braço. "Se fizermos um gol, os obrigamos a fazer dois para levar a decisão para os pênaltis. Anotando 2, teriam de marcar 4", explica.

A confiança do alvinegro aumenta ainda mais observando todos os resultados do ano. Em apenas 3 das 27 partidas sua equipe saiu de campo com um placar no qual seria eliminada esta noite. Um, curiosamente, justamente contra o São Caetano (3 a 1 na segunda rodada do Paulistão).

Apesar de o mando de jogo ser do São Caetano, quem estará em casa é o Corinthians. O torcedor do interior paulista promete grande festa e já acrescentou um nome à cidade. Hoje, o Estádio Santa Cruz será de "Ribeirão Preto e Branco". Serão 28 mil vozes empurrando o time, como ocorreu nas últimas partidas. "O torcedor não deixa de nos incentivar nunca, até mesmo em caso de time precavido. Eles reconhecem quando estamos fazendo de tudo por uma classificação", afirma Mano, não temendo por vias em caso de sua equipe se retrair. "Há uma classificação em jogo e isso é o mais importante."

O treinador, contudo, deixa escapar um ar de preocupação nas palavras. E no campo, tentou arrumar o que mais vem lhe tirando o sono: as bolas altas, na qual sofreu dois gols do CRB, no sábado. Nesta segunda, dedicou grande parte do trabalho no setor defensivo com cruzamentos para o gol de Felipe. Não sofreu gols no trabalho, mas levou alguns sustos. "Quem errar menos, avança", filosofa.

segunda-feira, 12 de maio de 2008

Palmeiras e Traffic vão diminuir pressão por Keirrison

Coritiba quer R$ 2,7 milhões por 20% dos direitos do atleta, mas alviverde paulista só paga R$ 1 milhão

Cosme Rímoli - Jornal da Tarde

Keirrison é o grande sonho do Palmeiras

Arquivo/AE

Keirrison é o grande sonho do Palmeiras

SÃO PAULO - A diretoria do Palmeiras e a Traffic resolveram diminuir a pressão junto aos dirigentes do Coritiba para conseguir a contratação do atacante Keirrison. Vão se aproveitar do regulamento do Brasileirão, que permite ao jogador se transferir depois de atuar por até seis partidas no primeiro clube, para continuar negociando, mas sem demonstrar tanto interesse ou pressa para fechar o negócio.

"O Keirrison está mais difícil. Não é que desistimos, mas não vamos mais insistir tanto com o Coritiba, isso já está definido. Vamos conversar com o pessoal da Traffic também para saber como fica a situação. Nós queremos a sua contratação, mas não podemos forçar a situação. Poderemos até estudar outros nomes para jogar no nosso ataque", resume o gerente de futebol, Toninho Cecílio.

Nessa "guerra fria", o Palmeiras ganhou cerca de 20 dias. Será o prazo que Keirrison levará para se recuperar da distensão muscular que sofreu na coxa esquerda, no domingo, na vitória por 2 a 0 contra o próprio Palmeiras.

O Coritiba detém 20% dos direitos econômicos sobre a transferência de Keirrison, percentual pelo qual quer receber R$ 2,7 milhões - a Traffic oferece apenas R$ 1 milhão. Os outros 80% ficariam com os empresários do atleta, que estão mais interessados em valorizar o jogador para lucrar com uma futura transferência para o futebol europeu.

O contrato de Keirrison com o campeão paranaense vai até abril de 2009. Os contatos com a Traffic estão muito adiantados, a ponto de haver a certeza no Palmeiras de que, se o negócio não for feito agora, sairá em 2009. Até a família de Keirrison deseja que o atacante vá jogar sob o comando de Vanderlei Luxemburgo. Só que vai depender de o Coritiba baixar o preço.

NOVA CHANCE

A solução para a falta de Keirrison pode estar no próprio elenco do Palmeiras. Em várias entrevistas, Toninho tem deixado claro que existe a possibilidade de o clube dar nova chance ao atacante Max. Principalmente enquanto não há solução para o complicado caso do atacante do Coritiba.

Já havia a certeza de que o jogador seria emprestado para disputar o Brasileiro por outro clube, como aconteceu, só na semana passada, com Makelele, que foi para o Grêmio, e Valmir, para o Figueirense. "Não vamos emprestá-lo agora, não. O Vanderlei vai acompanhar os treinos do Max para ver como ele está. Vai analisá-lo com calma", avisa o gerente.

Colombiano Molina admite revanche na sua volta ao México

Santista, que se prepara para o jogo contra o América, teve poucas oportunidades e marcou apenas um gol

Redação

Molina peça chave do esquema de Emerson Leão

Arquivo/AE

Molina peça chave do esquema de Emerson Leão

SÃO PAULO - O meia colombiano Molina, do Santos, reconheceu nesta segunda-feira, 12, "não ter boas recordações" de sua passagem pelo futebol mexicano e deixou transparecer que irá aproveitar a volta ao país para tratar de uma revanche. O peixe enfrenta o América do México, pelas quartas-de-final da Libertadores, nesta quinta-feira, 15.

"Não tive uma continuidade de jogos com os Monarcas de Morelia e a gente sempre pensa em revanche", disse o jogador.

Molina jogou os torneios Aperturas de 2003 e Clausura de 2004 pelo Morelia, rendeu pouco, teve poucas oportunidades e anotou apenas um gol.

Considerado um meia com bom toque de bola e capacidade para criar jogadas e também chegar ao gol adversário, Molina tem sido uma das peças-chave no esquema tático do técnico Emerson Leão, para a disputa da Copa Libertadores. No torneio, o colombiano já balançou as redes seis vezes, duas a menos que o artilheiro da competição, o boliviano Marcelo Moreno, do Cruzeiro.

Ao se referir ao encontro de quinta-feira, entre América e Santos, no estádio Azteca, Molina demonstrou respeito pelo time mexicano e disse que seu time deve se cuidar, já Que enfrentará um rival muito inspirado. O América vem de uma goleado por 3 a 0, em cima do Flamengo, em pleno Maracanã. A vitória classificou os mexicanos para as quartas da Libertadores.

"Será um jogo muito difícil e esperamos começar com a vantagem já no primeiro jogo, para decidir a classificação em nossa casa", afirmou o meia que treina com o time na cidade do México, local do jogo.

Quem se classificar do duelo garante vaga nas semifinais da competição e enfrentará o vencedor de San Lorenzo, da Argentina, e LDU do Equador. Na outra chave, o mexicano Atlas enfrentará o atual campeão Boca Juniors. O vencedor desse confronto enfrentará o vencedor do duelo brasileiro entre Fluminense e São Paulo.

sábado, 10 de maio de 2008

Ex-procurador quer R$ 1 milhão de Ronaldo

Aloisio Faria de Freitas processa jogador, que dispensou o procurador após parceiria com Pitta e Martins

Redação

Ronaldo tenta evitar pagamento de indenização

Arquivo/AE

Ronaldo tenta evitar pagamento de indenização

RIO - O atacante Ronaldo parece mesmo viver um inferno astral. Depois da grave lesão de joelho sofrida em fevereiro e do escândalo recente com travestis na noite carioca, ele, nesta sexta, teve de comparecer à 71.ª Vara do Trabalho do Rio, na condição de réu, num processo movido por seu ex-procurador Aloisio Faria de Freitas.

Ronaldo foi cedo ao local, por volta das 8 horas, acompanhado de seus advogados, e deixou a sede do Tribunal Regional do Trabalho pouco menos de uma hora depois sem dar entrevistas. O processo segue em segredo de justiça. Freitas cuidou das finanças de Ronaldo por vários anos, quando os procuradores do atleta ainda eram Reinaldo Pitta e Alexandre Martins.

Depois que Pitta e Martins foram presos por crimes contra a ordem financeira, Freitas assumiu o papel deles junto a Ronaldo. Mas o ‘casamento’ não avançou e Freitas acabou dispensado. Agora, quer R$ 1 milhão de indenização. A audiência desta sexta foi a primeira do processo, aberto recentemente.

RECUPERAÇÃO
Ronaldo continua realizando sessões diárias de fisioterapia para se recuperar da lesão no joelho. Na próxima semana, deve viajar a Paris a fim de ser analisado pelos médicos que o operaram.

Suspenso, Hugo desfalca o São Paulo diante do Grêmio

Jogador punido com 120 dias e mais dois jogos de gancho no ano passado; falta uma partida

Marcius Azevedo - Jornal da Tarde

São Paulo sem Hugo e Jorge Wagner na estréia

Arquivo/AE

São Paulo sem Hugo e Jorge Wagner na estréia

SÃO PAULO - O técnico Muricy Ramalho terá mais um desfalque no jogo deste sábado, diante do Grêmio, às 18h10, válido pela abertura do Campeonato Brasileiro da Série A. O clube descobriu que o meia Hugo terá que cumprir mais um jogo da suspensão imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva no ano passado.



Naquela oportunidade, o jogador foi punido com 120 dias e mais dois jogos de gancho. Cumpriu o tempo, mas faltou um jogo. O departamento jurídico ainda tentou, nesta sexta, reverter para o pagamento de cestas básicas, mas não obteve sucesso junto ao STJD.

Muricy ainda não confirmou o time, mas se mostrou preocupado com o jogo contra o Fluminense, na quarta, pela Libertadores. "Alguns jogadores estão sentindo. Não posso correr o risco de perder um jogador importante neste momento."

A certeza é que Jorge Wagner está fora do jogo, assim como Aloísio, que ainda não irá voltar. Já Jancarlos irá estrear.

quinta-feira, 8 de maio de 2008

Muricy Ramalho pode trocar o São Paulo pelo México

Desgastado no clube, técnico recebe proposta de R$ 225 mil por mês para comandar a seleção mexicana

Marcius Azevedo - Jornal da Tarde

Muricy Ramalho está desgastado com a diretoria

Andre Lessa/AE

Muricy Ramalho está desgastado com a diretoria

SÃO PAULO - A segunda passagem de Muricy Ramalho pelo São Paulo pode estar com os dias contados, apesar da vitória sobre o Nacional-URU pela Copa Libertadores. Além do desgaste que existe entre o técnico e membros da diretoria do clube, Muricy recebeu duas propostas mexicanas.

A principal é da própria seleção do México. A Federação Mexicana de Futebol busca um substituto para Hugo Sanchez, que entrou no lugar de Ricardo Lavolpe em novembro de 2006 e foi demitido em março por não ter conseguido bons resultados. Com um dos maiores atacantes de sua história no comando, os mexicanos não conseguiram vaga nos Jogos Olímpicos de Pequim e ainda foram derrotados pelos Estados Unidos na decisão da Copa Ouro.

Muricy é um dos cotados para o cargo. Ele tem prestígio no México, e não apenas pelo currículo vitorioso. Foi jogador do Puebla e depois treinador da mesma equipe em 1993.

A possibilidade de Muricy ir para o México foi confirmada ao Jornal da Tarde pelo fisioterapeuta da seleção mexicana, o brasileiro Carlos Henrique Peçanha. Segundo ele, o único empecilho é que os concorrentes do treinador do São Paulo trabalham no futebol mexicano.

"As eliminatórias [da Copa do Mundo de 2010] começam em junho. Não sei se um técnico que não está aqui [no México] conseguiria fazer o trabalho neste curto espaço de tempo", contou Carlos Henrique Peçanha.

Além de Muricy, o mexicano Raúl Arias, do San Luis, e o argentino Jose Pekerman, do Toluca e que treinou a Argentina na Copa de 2006, estão na lista da Federação Mexicana. A quarta opção seria o também brasileiro Paulo Autuori, que já trabalhou na seleção peruana e está no Catar.

A proposta financeira é muito tentadora. O escolhido receberá US$ 150 mil mensais (R$ 225 mil). "O Arias e o Pekerman são os preferidos. Mas o Muricy é um treinador vitorioso, que seria bom para assumir a seleção neste momento", comentou Carlos Henrique Peçanha.

A outra opção para Muricy é o América do México. O técnico Omar Romano foi demitido semana passada, depois da derrota em casa para o Flamengo, pela Libertadores (o América reverteu o placar no Maracanã, nesta quarta), e um substituto ainda não foi contratado. O nome do são-paulino ganhou força no clube depois da recusa do argentino Carlos Bianchi. O salário seria um pouco inferior ao pago pela Federação Mexicana, mas ainda assim superior ao que ele recebe no São Paulo (cerca de R$ 150 mil).

Além disso, como revelou recentemente um dirigente próximo ao presidente Juvenal Juvêncio, não existe multa para ele sair. Muricy ainda não fala abertamente do assunto, mas já disse que "sempre recebe ligações de amigos mexicanos".

Eliminação não pode apagar trabalho no Flamengo, diz Joel

Rumo à África do Sul, técnico afirma que sua passagem no clube não ficará manchada pelo histórico vexame

Agência Estado

Joel Santana foi homenageado antes do jogo

Silvia Izquierdo/AP

Joel Santana foi homenageado antes do jogo

RIO - O técnico Joel Santana disse, após a história derrota por 3 a 0 para o América-MEX no Maracanã, que o resultado da noite desta quarta-feira deixou um gosto amargo em sua despedida do Flamengo. No entanto, ele ressaltou que a eliminação da Libertadores não pode manchar o trabalho que fez no clube.

"O Flamengo perdeu para ele mesmo. Não pode manchar o trabalho de 10 meses por um jogo. O time lutou, batalhou", afirmou o treinador. Para Joel, o América contou com a sorte e soube aproveitar as oportunidades que teve.

"Foram cinco vezes que eles chegaram e fizeram. Nós não tivemos a capacidade de colocar bola para dentro. A derrota é assim, é amarga", disse Joel, que assumirá o comando da seleção da África do Sul.

O comandante tentou ainda isentar os jogadores de culpa pela derrota. "Perdi uma partida que não podia perder. Não adianta colocar a culpa nos jogadores", afirmou.

No lugar de Joel, Caio Júnior assumiu o comando do Flamengo e já iniciou os treinos nesta quinta-feira. E o novo treinador terá dificuldades. A torcida, que homenageou Joel antes da partida, quer o título do Brasileirão e já cobra os jogadores pelo conquista do Nacional, que não acontece desde 1992.

quarta-feira, 7 de maio de 2008

Mano quer manter 'jeito' da Copa do Brasil na Série B

Após bater o São Caetano, técnico corintiano considera fundamental vencer o CRB para não perder o embalo

Redação

Mano Menezes pode poupar jogadores no sábado

Sergio Neves/AE

Mano Menezes pode poupar jogadores no sábado

SÃO PAULO - O técnico Mano Menezes fez um pedido para os jogadores do Corinthians: "A garra demonstrada na vitória sobre o São Caetano por 2 a 1 pela Copa do Brasil deve ser mantida para a estréia na Série B, contra o CRB-AL, neste sábado."

Empolgado pelos bons resultados nos dois últimos jogos, o treinador acredita que encontrou o estilo ideal para a equipe. "Nós teremos algumas alterações para a Série B, mas já temos definido um jeito de jogar... esse jeito vem dando resultado e, acima de tudo, boas atuações."

Mano considera fundamental estrear com vitória no sábado, em jogo que marcará a reabertura do Estádio do Pacaembu. "A nossa prioridade do ano é a Série B. E temos uma equipe forte para vencer na estréia."

Como o segundo jogo contra o São Caetano acontece na próxima terça-feira, em Ribeirão Preto, Mano não quis confirmar se poupará alguns titulares contra o CRB. No entanto, é quase certo que o meia Douglas fará a sua estréia oficial.

"Temos a chance de usar outros jogadores que não temos condições de utilizar na Copa do Brasil, como o Douglas", explica Mano. "Mas agora quero pensar apenas no CRB. Depois vamos nos focar no São Caetano."

Felipão recebe oferta milionária do Manchester City

De acordo com jornal português, treinador tem nas mãos proposta de R$ 10,5 milhões anuais do clube inglês

Redação

Felipão é o grande sonho do Manchester City

Arquivo/AE

Felipão é o grande sonho do Manchester City

SÃO PAULO - O técnico brasileiro Luiz Felipe Scolari está balançado com uma tentadora proposta do Manchester City, da Inglaterra. De acordo com a imprensa portuguesa, Felipão recebeu uma oferta de 4 milhões de euros por ano (cerca de R$ 10,5 milhões) para comandar a equipe inglesa na próxima temporada.

O valor oferecido pelos ingleses é dez vezes maior do que Felipão ganha como treinador da seleção portuguesa. "Só vou falar de meu futuro após a Eurocopa [que começa em 7 de junho]", disse Felipão ao diário português Record.

O Manchester City tem como dono o tailandês Thaksin Shinawatra, que admira o trabalho de Felipão. Ele quer que o brasileiro substitua o sueco Sven-Goran Eriksson e está disposto a elevar a oferta para R$ 13 milhões.

Se aceitar se transferir para o Manchester City, Felipão teria 75 milhões de euros (cerca de R$ 200 milhões) para montar uma equipe capaz de ganhar o Campeonato Inglês, segundo o diário português.

Na próxima semana, Felipão deve apresentar a lista com os 23 jogadores que defenderão Portugal na Eurocopa.

terça-feira, 6 de maio de 2008

Carlos Alberto assina com o Botafogo para o Brasileirão

Depois de uma passagem sem sucesso pelo São Paulo, jogador tentará se reerguer no Rio de Janeiro

Agência Estado

Carlos Alberto tentará se recuperar no Rio

Arquivo/AE

Carlos Alberto tentará se recuperar no Rio

SÃO PAULO - O meia Carlos Alberto é o novo reforço do Botafogo para a disputa do Campeonato Brasileiro. Dispensado pelo São Paulo após problemas disciplinares, o jogador foi anunciado nesta terça-feira pelos dirigentes da equipe vice-campeã estadual - o atleta ficará no clube até o fim do ano.

No Botafogo, Carlos Alberto fará sua terceira passagem pelo futebol do Rio de Janeiro - as duas anteriores foram pelo Fluminense. Revelado pelo clube das Laranjeiras, o jogador passou pelo Porto, antes de regressar ao Brasil em 2005, defendendo o Corinthians. Em 2007, voltou ao clube carioca, onde foi campeão da Copa do Brasil.

Atualmente, Carlos Alberto tem contrato com o Werder Bremen, da Alemanha. Ele foi emprestado ao São Paulo no início da temporada mas como não se firmou, ficou longe de voltar ao clube europeu, sendo pretendido por outras equipes brasileiras.